Prefeitura alerta para mudanças nos atendimentos às gestantes enquanto durar o isolamento social - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

sábado, 4 de abril de 2020

Prefeitura alerta para mudanças nos atendimentos às gestantes enquanto durar o isolamento social

A Prefeitura de Manaus orienta as gestantes acompanhadas pelas Unidades Básicas da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para que observem as mudanças no esquema das consultas de pré-natal, enquanto durar o período de isolamento social, necessário para prevenir o contágio pelo novo coronavírus. Os atendimentos não foram suspensos, apenas passaram por um reordenamento para garantir maior segurança às futuras mães e seus bebês.

“A Semsa é a porta de entrada do sistema de saúde de Manaus neste enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Considerando a importância da assistência à mulher no período pré-natal, no puerpério, no atendimento do Seguimento do Bebê de Risco e a coleta do Teste do Pezinho, o prefeito Arthur Virgílio Neto orientou que nossa equipe técnica realizasse os ajustes necessários no atendimento a essa população, seguindo o que determina o Ministério da Saúde”, explica o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

Segundo ele, as UBSs estão trabalhando com dois fluxos de acolhimento: um destinado às síndromes gripais e outro para as demais demandas, como pré-natal e atendimento de pediatria. Caso as gestantes cheguem à UBS apresentando sintomas de síndrome gripal, como febre de início súbito, acompanhada de dor de garganta ou tosse, terão sua consulta de pré-natal adiada por 14 dias, sendo orientadas a ficar em casa, em isolamento domiciliar.

Em relação a todas as demais gestantes, sem sintomas ou sem síndrome gripal, estas serão atendidas normalmente, seguindo algumas orientações. O intervalo entre as consultas será maior do que o normal (o Ministério da Saúde orienta retorno mensal), mas nessa situação, para evitar aglomerações, esse retorno será de 45 a 60 dias, dependendo da avaliação do profissional que está realizando o atendimento.

A gestante já vai sair da consulta com o retorno agendado. A consulta de acolhimento após o parto (retorno a unidade), que é a chamada consulta puerperal, também está garantida, pois nesse período é importante a avaliação da saúde da mãe e do bebê.

Em relação ao Teste do Pezinho, este continuará a ser oferecido nas unidades da Semsa, porém, temporariamente, somente nove Unidades de Saúde serão referenciadas por ocasião da alta da maternidade.

O Ambulatório de Seguimento do Bebê de Risco, que são aqueles com problemas como alterações neurológicas e baixo peso, entre outros, continuará com as consultas sendo agendadas pela própria maternidade, em horário de menor aglomeração possível. A mãe deverá levar o encaminhamento da maternidade e sumário de alta em mãos.


Foto – Tacio Melo/Semcom



Nenhum comentário:

Postar um comentário