Oficiais de justiça plantonistas contarão com avaliação médica para garantir o bem-estar durante a pandemia - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

quinta-feira, 14 de maio de 2020

Oficiais de justiça plantonistas contarão com avaliação médica para garantir o bem-estar durante a pandemia

O Sindicato dos Trabalhadores da Justiça do Estado do Amazonas (Sintjam) irá disponibilizar nesta sexta-feira (15 de maio) de 8h às 11h, no Fórum Cível Desembargadora Euza Maria Naice de Vasconcelos, localizado na Rua Valério Botelho de Andrade – bairro São Francisco, duas unidades móveis de atendimento médico para avaliar a saúde dos oficiais de justiça plantonistas, que atuam entregando mandados em todas as zonas da cidade de segunda a domingo.

As unidades móveis contarão com médico intensivista, enfermeiro e técnico de enfermagem que farão uma avaliação clínica do estado físico dos oficiais da justiça que continuam desempenhando suas atividades presenciais e, por causa disso, têm grande chance de se contaminarem com o novo coronavírus. Atualmente, cerca de 35 oficiais se revezam em plantões que iniciam às 8h da manhã e podem se estender até às 22h.

O sinal de alerta para a categoria de que os oficiais estão inseridos no grupo de potenciais infectados e transmissores do vírus veio por meio da morte de um integrante da categoria, no último dia 10 de maio, em decorrência da Covid 19. “Wanderley Andrade Rodrigues, lotado há mais de 30 anos na comarca de Autazes, contraiu o vírus no exercício da profissão. Como a identificação da doença foi tardia, nosso querido amigo veio a falecer. A Junta Governativa que está administrando o sindicato decidiu auxiliar os colegas na identificação precoce dos sintomas do vírus para que os infectados possam se tratar imediatamente e os saudáveis tenham a segurança de que não representa risco nem para suas famílias nem para a sociedade em geral”, explicou Amélia Oliveira Pinto Filha, integrante da Junta Governativa do Sintjam.

Para resguardar os colegas, o sindicato em parceria com o Tribunal de Justiça do Amazonas distribuiu para os oficiais de justiça que atuam na capital um kit de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) contendo álcool em gel, álcool líquido, máscara, luva e protetor facial. Na próxima semana, os oficiais de justiça, que atuam no interior, começam a receber os produtos para a sua proteção.

O Sintjam também solicitou aos coordenadores da Central de Mandados, juiz Ronnie Frank Torres Stone e Nabiha Monassa o fornecimento dos produtos farmacêuticos mais utilizados para o combate à Covid19 assim como imunização contra a H1N1. “O apoio do Tribunal de Justiça, neste momento, por meio dos coordenadores da Central de Mandados permitirá fornecer aos colegas contaminados tanto da capital quanto do interior a Ivermectina e Azitromicina, remédios que auxiliam na cura da Covid19 e que, hoje, são difíceis de encontrar em Manaus. Além disso, também fomos atendidos na liberação de 60 doses da vacina que protege contra a H1N1, outro grande mal que atinge os oficiais de justiça”, esclareceu Amélia Pinto.

O sindicato estendeu a ação para os demais servidores da justiça assim como magistrados, que estiverem de plantão nesta sexta-feira. Os interessados devem se dirigir ao fórum para receber o atendimento gratuito no horário da manhã.



Nenhum comentário:

Postar um comentário