Pacientes em tratamento quimioterápico ganham reforço em medicamento para combater reações - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Pacientes em tratamento quimioterápico ganham reforço em medicamento para combater reações

O tratamento quimioterápico causa reações no corpo, como náuseas e vômito, naturais devido à composição das drogas medicamentosas para tratar o câncer. Há, no entanto, remédios que controlam esses efeitos e permitem maior qualidade de vida. Na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), os pacientes ganharam, esta semana, um reforço com a doação de 216 caixas de medicamentos. Serão beneficiados 216 pacientes.

A representante do laboratório Biolab, Karen Falcão, doou caixas de Vonau Flash (ondansetrona), medicamento indicado para controle de náuseas e vômitos, sintomas comuns para quem faz quimioterapia.

A Farmácia da FCecon distribui aos pacientes em quimioterapia cerca de nove tipos de medicamentos em comprimidos para controlar diversas reações no corpo, incluindo medicamento genérico com o mesmo princípio ativo do ondansetrona.

De acordo com o diretor-presidente da FCecon, Gerson Mourão, a doação representa um reforço para o estoque. “O custo com medicação para câncer é muito alto para o Estado e, levando em conta que são itens essenciais para o tratamento, as doações também são sempre bem vindas”.

Reações – Vômitos, mucosite (inflamação da parte interna da mucosa da boca e garganta) e a náusea são chamados de reações adversas, comuns durante ou após a administração dos quimioterápicos, como os imunoterápicos ou a hormonioterapia.

“A frequência de náuseas e vômitos depende de vários fatores: tipo de quimioterapia, esquema de aplicação e dosagem da quimioterapia, associação do tratamento com radioterapia, tumores do trato gastrointestinal e variabilidade individual”, explica a gerente da Oncologia Clínica, oncologista Gilmara Resende.

Segundo a médica, os sintomas podem ser controlados com medidas dietéticas, como comer alimentos frios e fazer várias pequenas refeições durante o dia, e com os próprios medicamentos.

“Os medicamentos chamados inibidores de 5HT3 (antagonista do receptor do hormônio serotonina) são altamente eficazes em prevenir e tratar náuseas e vômitos relacionados à quimioterapia. Uma dessas medicações é ondansetrona. Ele faz parte do arsenal de medicamentos disponíveis na rede de saúde para os doentes oncológicos”, afirma Resende.

Na FCecon, os pacientes em tratamento de quimioterapia são orientados pelos profissionais de saúde quanto aos eventos adversos. Eles têm acesso a medicamentos para controlar os efeitos e recebem orientação sobre quando é necessário procurar auxílio médico nos casos de reações mais fortes.

Treinamento – A FCecon, inclusive, realiza todos os anos treinamentos para profissionais da saúde sobre o manejo de eventos adversos durante o tratamento contra o câncer e a garantia da segurança do paciente. Os cursos tratam os conceitos básicos de oncologia, os tipos de quimioterapias administradas, protocolos, técnicas para a diminuição dos eventos adversos, dentre outros.


Foto: Laís Pompeu/FCecon



Nenhum comentário:

Postar um comentário