Wilson Lima acompanha dispensação de EPIs para unidades de saúde da capital e interior - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

quinta-feira, 7 de maio de 2020

Wilson Lima acompanha dispensação de EPIs para unidades de saúde da capital e interior

O governador do Amazonas, Wilson Lima, esteve, na manhã desta quinta-feira (07/05), na Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), zona sul de Manaus. No local, ele acompanhou a dispensação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), medicamentos, insumos e itens essenciais para o combate à pandemia do novo coronavírus (Coid-19), destinados a unidades de saúde da capital e do interior do estado. A Cema apresenta, aproximadamente, 70% de abastecimento no estoque.

“Fui à Central de Medicamentos para acompanhar os equipamentos que nós estamos recebendo de doações e também as compras que estão sendo feitas pelo Governo do Estado do Amazonas, e acompanhar a distribuição desse material”, frisou Wilson Lima.

“Nós montamos um sistema de informação no site da Susam, que todas as terças e sextas-feiras nós colocamos uma relação de todo o material que foi dispensado, para que unidades de saúde, e quais municípios esses materiais foram destinados; bem como medicamentos, contratos e outros procedimentos que estão sendo realizados pelo Governo do Estado para dar transparência a todos os gastos realizados durante esse momento de pandemia”, acrescentou o governador.

Reunião com médicos – Wilson Lima ressaltou, ainda, que tem se reunido com os médicos todas as quintas-feiras para tratar não só questões relacionadas aos EPIs, mas também outras demandas da classe voltadas à pandemia e também ao pagamento dos profissionais.

“Dessas reuniões já tiramos muitos ensinamentos, tomamos muitas providências que foram fundamentais, como fornecimento de EPIs, mudança de alguns fluxos. E aqui também a gente encaminhou algumas questões de pagamento relativo ao ano de 2018, que nós estamos pagando 50% de uma competência e, assim que a gente pagar, já começa a instruir o processo para o pagamento de mais 50%. Dessa forma, através de parceria, do diálogo, que a gente vai conseguir superar esse momento de pandemia”, destacou o governador.

Central de medicamentos – Na visita à Cema, o governador esteve em um dos galpões onde ficam armazenados EPIs e outros produtos que são enviados para todo o estado. “Eu queria mostrar, também, como é dividida essa entrega para os municípios. A gente divide assim: Rio Negro, Rio Purus, Alto Solimões, Baixo Solimões, Rio Juruá, Madeira e por aí vai. Aqui eu tenho uma carga de luvas que está indo para o município de Coari. Todo esse material que está sendo preparado é para enviar aos municípios”, detalhou Wilson Lima.

Abastecimento – Entre os principais itens no estoque da Central de Medicamentos estão 485.512 máscaras cirúrgicas, 81.908 máscaras do tipo N-95, 6,8 milhões de luvas de procedimento, 467.443 luvas cirúrgicas, 39.644 aventais, 1,2 milhão de sapatilhas descartáveis, 379.850 toucas descartáveis, 5.904 óculos de proteção e 2.310 protetores faciais.

O estoque dispõe, ainda, de 110 mil comprimidos de cloroquina enviados esta semana, pelo Ministério da Saúde. Os testes rápidos para Covid-19 totalizam 28.575 unidades, sendo 18.400 provenientes da última remessa enviada pelo Ministério da Saúde e 10.175 oriundos de aquisição do Governo do Amazonas.

“Estamos com estoque por volta de 70% dos itens. Quanto aos EPIs, a gente tem todos em estoque, alguns em menor quantidade, outros em quantidade confortável perante a essa crise; avental finalizamos hoje um processo de compra, então, nos próximos dias já vão estar chegando mais aventais. O Ministério da Saúde tem sido bastante parceiro e tem enviado diversos EPIs para o Amazonas, então, hoje a gente tem estoque de todos os itens”, frisou Rafael Poloni, coordenador da Central de Medicamentos.

Ele destacou, ainda, que além das remessas enviadas pelo Ministério da Saúde, as doações feitas por empresas da iniciativa privada também reforçam o estoque. Contudo, as aquisições feitas pelo Governo do Estado são responsáveis pela maior parte do abastecimento da Cema.

Distribuição – A dispensação de medicamentos e EPIs é feita conforme a demanda de cada unidade. “A distribuição é toda via sistema, as unidades de saúde fazem a solicitação, aqui a equipe técnica vai avaliar o pedido e vai enviar, conforme disponibilidade de estoque e necessidade da unidade de saúde. Unidades maiores como os hospitais e prontos-socorros 28 de Agosto, Platão Araújo e João Lúcio tem uma demanda, hoje, bastante aumentada, devido ao Covid. Então quase que diariamente são enviados EPIs para essas unidades maiores”, ressaltou Poloni.

Para facilitar a logística de distribuição, a Susam definiu os municípios de Manacapuru, Itacoatiara, Parintins, Eirunepé, Humaitá, Lábrea, Tabatinga, Tefé e Boca do Acre como polos para recebimento dos insumos, que são redistribuídos para as cidades próximas.

De acordo com levantamento feito pela Cema, já foram distribuídos, entre 1˚ de março e 4 de maio, mais de 10,6 milhões de EPIs para unidades de saúde de Manaus e do interior do estado.

Os dados apontam que, em Manaus, foram distribuídos mais de 8,3 milhões de materiais para as unidades de referência, hospitais de retaguarda, Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), que estão atendendo pacientes com Covid-19, além de maternidades.

Para os municípios do interior, foram enviados quase 2,4 milhões de EPIs, distribuídos a médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais profissionais que atuam nos hospitais.

Também têm recebido os EPIs pastas com atuação direta no combate ao novo coronavírus, como Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejusc), Secretaria de Segurança Pública (SSP), Polícia Militar, Polícia Civil e Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Funcionamento – A Cema ampliou o horário de trabalho para otimizar a distribuição de itens aos hospitais e unidade de saúde, passando a funcionar das 8h às 18h, de domingo a domingo, para esta finalidade.

O atendimento aos pacientes que buscam medicamentos é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Aproximadamente 150 servidores atuam presencialmente na Cema, ao longo da semana; e 30 nos fins de semana.


Fotos: Rell Santos / Secom



Nenhum comentário:

Postar um comentário