Ações sociais da ONG Aldeias Infantis são reforçadas por meio de parceria com a prefeitura - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

terça-feira, 30 de junho de 2020

Ações sociais da ONG Aldeias Infantis são reforçadas por meio de parceria com a prefeitura


Para garantir que cada criança atendida possa crescer em um ambiente com amor, respeito e segurança, a unidade da Aldeias Infantis SOS em Manaus atua há 26 anos como uma vila educadora e de proteção de direitos, com foco no fortalecimento dos vínculos familiares e apoio socioeducacional, no Alvorada, zona Centro-Oeste. Parceira da Prefeitura de Manaus, a entidade conta com recursos de fomento disponibilizados por meio do Fundo Manaus Solidária, que possibilitam a manutenção das atividades.

“Nosso objetivo é dar oportunidade para que as pessoas atendidas pelas organizações tenham a possibilidade de mudar suas vidas, suas histórias e tenham êxito naquilo que se propuserem a fazer. Para nós, da prefeitura, do Fundo Manaus Solidária, é uma enorme satisfação ver que estamos sendo agentes de transformação na vida de tantas pessoas”, destaca a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, sobre a finalidade do Edital de Fomento, em propiciar a continuidade do trabalho de organizações voltadas à atenção social, reforçando as atividades já oferecidas pelas instituições parceiras.

Realizado durante o contraturno escolar, o projeto fomentado “Infância Cidadã” atende 85 crianças com idades entre 4 e 6 anos, e conta com ampla estrutura de acolhimento. As ações incluem oficinas socioeducativas, aulas de dança, música e teatro, além de atividades ao ar livre. Todos os assistidos são alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Hermann Gmeiner, no Alvorada, unidade reconhecida nacionalmente com o selo Escolas Transformadoras.

A entidade participou do 1º Edital de Fomento, realizado em 2018, sendo contemplada com recursos no valor de R$ 180 mil. Em 2019, por meio do 2º edital, o projeto da Aldeias Infantis foi novamente contemplado, desta vez com o valor de R$ 188 mil.


Planejamento

De acordo com o gestor social, Nelson Peixoto, o fomento é destinado ao pagamento dos colaboradores, sendo de grande importância para a continuidade das atividades. “Contar com o apoio do poder público é fundamental para conseguirmos colocar os projetos em prática, com a qualidade e o impacto positivo conforme planejado. O fomento serve para mantermos o nosso quadro de funcionários, incluindo os educadores, os quais chamamos de “oficineiros”, profissionais que possuem um contato direto com as crianças e são a alma do projeto”, informa.

Após a suspensão das aulas presenciais, devido à pandemia de Covid-19, a Aldeias Infantis buscou alternativas para seguir oferecendo as atividades. Por meio do WhatsApp, a entidade deu continuidade ao projeto disponibilizando vídeos educativos e permitindo que pais, mães e responsáveis pudessem seguir auxiliando no desenvolvimento das crianças, mesmo em tempos de distanciamento social.

Conforme o pedagogo da organização, Erick Baraúna, que atua no planejamento e supervisão das oficinas socioeducativas, aplicando os procedimentos metodológicos com foco no desenvolvimento, cuidado e proteção das crianças participantes do projeto, as atividades realizadas, com o apoio das famílias, contribuem para a melhoria do aprendizado e convivência social.

“É muito gratificante perceber que o nosso trabalho é um diferencial na vida das crianças e suas famílias, pois por meio da participação nas atividades, mesmo que a distância, a convivência familiar tem melhorado. Os pais ou responsáveis estão mais presentes no dia a dia das crianças e, de modo especial, têm trabalhado o cuidado e a proteção delas”, observa.

O projeto oferecido pela Aldeias Infantis sempre marcou presença na vida dos quatro filhos de Ana Lúcia Almeida, pois todos passaram pela organização. Atualmente, a filha Ana, de 6 anos, participa das atividades e sua mãe ressalta a importância do projeto em suas vidas. “Eles sempre nos ajudaram, então sou muito grata a tudo que nos ofereceram ao longo dos anos. Além do trabalho fundamental realizado com as crianças, meus dois filhos adolescentes conseguiram emprego com o apoio da Aldeias”, relata.

Fotos - Divulgação / Fundo Manaus Solidária

Nenhum comentário:

Postar um comentário