Atendimento do 190 auxilia PM a resgatar duas crianças abandonadas - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Atendimento do 190 auxilia PM a resgatar duas crianças abandonadas


Uma ligação ao 190 ajudou a Polícia Militar a resgatar duas crianças, de 3 e 6 anos, que haviam sido abandonadas em uma casa na zona norte de Manaus. O caso, que ocorreu na última sexta-feira (19/06), mostra como a população pode ajudar no trabalho policial. Agora, a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), investiga a mãe por abandono de incapaz.

Quem atendeu ao chamado foi a servidora Dilcinete Guimarães, que é mãe de uma menina de 4 anos. “Normalmente tentamos não nos envolver com a ocorrência, até mesmo porque são muitas as ligações. Mas quando se trata de crianças, a gente fica bem preocupada”, afirmou. Ela já atua há três anos no atendimento do 190, coordenado pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

A denúncia apontava que duas crianças estavam em uma casa no bairro Cidade Nova. De acordo com o denunciante, diariamente a mãe saía e deixava os filhos sozinhos em casa, na rua Santos Dias, Loteamento Riacho Doce.

Após a ligação, militares da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram ao local e confirmaram a veracidade das informações repassadas ao 190. Os irmãos foram levados para a sede da Depca, no Conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo, zona centro-sul da capital amazonense. De lá, as crianças foram encaminhadas ao Serviço de Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes (Saica), no bairro Compensa, zona oeste.

Para Dilcinete, mesmo o resgate tendo sido feito pelos policiais militares, a sensação é de dever cumprido. “A gente sente uma grande satisfação quando o desfecho é bom. O trabalho exige muito, são muitas as ocorrências, então mesmo quando ligam para agradecer pela atuação policial, a gente sabe que tem uma contribuição também”, disse a atendente.

Pena – Abandonar quem não consegue se cuidar sozinho pode resultar em até cinco anos de prisão. O crime de abandono de incapaz está previsto no artigo 133 do Código Penal Brasileiro (CPB). Dependendo das circunstâncias e motivações que levaram o responsável a abandonar o menor de idade, a pena do crime pode aumentar.

Em 2019, conforme informações do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foram feitos 187 registros de abandono de incapaz. Neste ano, de janeiro a abril, foram 41 casos registrados, considerando os dados com intencionalidade dolosa e situação consumada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário