Justiça bloqueia R$ 23 milhões do Corinthians por dívida com o J Malucelli em venda de Jucilei - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

sexta-feira, 19 de junho de 2020

Justiça bloqueia R$ 23 milhões do Corinthians por dívida com o J Malucelli em venda de Jucilei


Na última quarta-feira, a Justiça mandou bloquear R$ 23 milhões do Corinthians por conta de uma dívida não paga ao J Malucelli referente à venda de Jucilei ao Anzhi-RUS, em 2011. A decisão ocorre após o clube não cumprir um acordo firmado entre as partes em 2019, no valor de R$ 17,9 milhões. A informação foi publicada pelo GloboEsporte.com e confirmada pelo LANCE!.

Segundo despacho da juíza Tathiana Yumi Arai Junkes, da 16ª Vara Cível de Curitiba, os valores a serem penhorados serão os das cotas de transmissão do Timão. Em outras palavras, toda quantia que o clube receber da Globo, detentora dos direitos, até R$ 23 milhões, será depositada em juízo.

No fim do ano passado, o caso foi julgado em última instância, e não cabe mais recurso ao Corinthians. Um acordo entre os envolvidos foi costurado e homologado. Sendo R$ 14,4 milhões ao J Malucelli, parcelado em 13 vezes e R$ 3,5 milhões para bancar os custos do escritório de advocacia que defendeu os paranaense, também de forma parcelada, em cinco vezes.

Acontece que o Timão não honrou os pagamentos e o J Malucelli entrou com um pedido de execução da sentença atualizando os valores para o presente. Dessa forma, a quantia ficou dividida da seguinte forma: R$ 17,9 milhões ao clube paranaense, e R$ 5,1 milhões aos advogados. A juíza acatou o pedido e o total devido pelos corintianos agora é de R$ 23 milhões.

Em nota enviada para a reportagem do LANCE!, o Corinthians afirmou que já está negociando um novo acordo com os representantes do J Malucelli.

"O Corinthians informa que em razão dos fatos extraordinários que estão afetando o orçamento do clube, novo acordo vem sendo negociado".

Na última semana, o "Meu Timão" já havia trazido o caso à tona e o tamanho da dívida que o acompanha. Tudo começou em 2009, quando o Corinthians adquiriu 50% dos direitos econômicos de Jucilei junto ao J Malucelli, a outra metade permaneceu com os paranaenses, que alegam não ter dado permissão para a venda do volante ao Anzhi-RUS, em 2011, por 10 milhões de euros.

Os corintianos chegaram a pagar uma parte do valor devido, porém o Malucelli entendia que tinha direito a receber mais do que havia recebido até aquele período. Em um primeiro momento, o pedido dos paranaense (cerca de R$ 5,5 milhões) foi considerado improcedente na Justiça, mas em 2018 isso foi revertido, até que a causa foi ganha, deixando o valor muito maior.

Em 2019, o Corinthians fechou seu balanço com deficit de R$ 177 milhões e viu sua dívida acumulada subir para R$ 665 milhões. Neste ano, com as consequências da pandemia de coronavírus, a crise deve se agravar. O clube está devendo salários ao elenco e a funcionários nos últimos meses.

Fonte: Esportes Yahoo

Nenhum comentário:

Postar um comentário