Vereadora Professora Jacqueline pede auxílio emergencial para os guias de turismo - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Vereadora Professora Jacqueline pede auxílio emergencial para os guias de turismo


A vereadora Professora Jacqueline Pinheiro (Podemos) apresentou na manhã desta terça-feira (2/6) a Indicação 178/2020 que prevê um auxílio financeiro para os guias de turismo de Manaus, regularizados no Cadastur do Ministério do Turismo.

“A pandemia de covid-19 impactou totalmente o turismo no Amazonas, principalmente porque nosso Estado é um dos mais afetados do país. São 278 profissionais sem vínculo empregatício, que estão em vulnerabilidade social e lutam contra a fome por não ter como prestar serviços”, argumentou a vereadora durante a sessão plenária virtual.

A Indicação é baseada no documento O Raio X do Turismo Frente à Covid-19, elaborado a partir de uma pesquisa coordenada pela Rede Observatório de Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) em parceria com a Empresa Estadual de Turismo do Estado do Amazonas, Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos de Manaus e Rede Brasileira de Observatórios de Turismo.

A pesquisa avaliou os impactos gerados no Amazonas desde o início deste ano, inclusive sobre a situação dos guias de turismo. A estimativa para o setor após a retomada de algumas atividades será a partir do final de agosto desse ano. Segundo a pesquisa haverá uma melhoria de 33% nos cinco principais setores a partir do primeiro semestre de 2021.

O Amazonas já contabilizou 41.174 casos de infecção pelo novo coronavírus, e mais de duas mil vítimas fatais. A capital amazonense tem o menor índice de isolamento social, com menos de 45% em quase todos os dias de Maio. Outro dado alarmante é a contaminação de povos ribeirinhos e indígenas. No Brasil mais de 67 povos indígenas foram atingidos pela covid-19, ainda assim o Ecoturismo é o mais promissor setor numa visão pós-pandemia.

O auxílio proposto é de R$ 600 (seiscentos reais) a serem pagos nos meses de junho, julho e agosto. Se for aprovado, os guias de turismo que não poderão receber o auxílio financeiro são aqueles que também são servidores públicos, ainda que aposentados; pensionistas de servidores públicos ou sócios de sociedades empresariais ativas.

Foto: Robervaldo Rocha – Dircom/CMM

Nenhum comentário:

Postar um comentário