Ação social leva mais de 290 cestas básicas para 35 comunidades da Reserva Extrativista Canutama - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Ação social leva mais de 290 cestas básicas para 35 comunidades da Reserva Extrativista Canutama


Moradores de 35 comunidades da Reserva Extrativista (Resex) Canutama, Unidade de Conservação (UC) do Estado localizada na região do rio Purus, foram beneficiados em uma ação social, realizada do último dia 23 até esta segunda-feira (29/06). Ao todo, 297 cestas básicas foram distribuídas às famílias, com apoio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

A campanha social tem como objetivo amenizar os efeitos da pandemia e garantir a segurança alimentar para as populações tradicionais do Amazonas. A ação foi promovida pela Missão Evangélica de Apoio aos Pescadores (Meap), por meio de recursos da Fundação Banco do Brasil, e contou ainda com o apoio das prefeituras de Canutama e de Lábrea.


“Muitas famílias que moram nas nossas Unidades de Conservação tiveram o seu sustento afetado por conta da paralisação de algumas atividades econômicas. A realização dessas ações solidárias, por meio de parcerias interinstitucionais, tem sido fundamental para amenizar esses impactos e fazer a assistência chegar a mais áreas protegidas”, disse o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

Além das 35 comunidades pertencentes à Unidade de Conservação, outras sete, localizadas no entorno da Resex, também foram beneficiadas. Somaram-se aos alimentos a entrega de kits de higiene e material informativo sobre a manutenção dos cuidados para prevenção da Covid-19.

A Resex Canutama é uma das 42 Unidades de Conservação Estaduais gerenciadas pela Sema.


Desde o início de maio, mais de 1,5 mil cestas básicas foram distribuídas, com o apoio da Secretaria, entre comunidades situadas em áreas de Resex, bem como em Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) e Áreas de Proteção Ambiental (APA) do Estado.

Visitação suspensa – A entrada nas Unidades de Conservação Estaduais do Amazonas está suspensa por tempo indeterminado, com o objetivo de limitar o trânsito de pessoas e conter o avanço do novo coronavírus junto a comunidades tradicionais residentes em áreas protegidas do estado.

As ações de assistência nas UC só podem ser realizadas mediante autorização especial da Sema, com a adoção de um protocolo de medidas para a proteção da equipe e dos comunitários.


Foto: Divulgação/Sema

Nenhum comentário:

Postar um comentário