Comunidade indígena Terra Preta recebe cestas básicas em ação contra a Covid-19 - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

segunda-feira, 20 de julho de 2020

Comunidade indígena Terra Preta recebe cestas básicas em ação contra a Covid-19


A Organização da Sociedade Civil (OSC) Moradia e Cidadania/AM e o Movimento Juntos Somos + ARQ/AM distribuíram cem cestas básicas neste fim de semana, na comunidade indígena Terra Preta, localizada a 55 quilômetros de Manaus, na margem esquerda do rio Negro. Juntas, as entidades vêm atuando numa força-tarefa que busca minimizar os impactos da pandemia causada pelo novo coronavírus, em Manaus e também no interior do Estado. Ao longo da pandemia as entidades já atenderam mais de 1.500 famílias.

O cacique da comunidade Terra Preta, Rafael Fernandes, 37, da etnia baré falou sobre a importância da ação social. “Aqui vivem 45 famílias das etnias baré, tucano e baniwa. Nossos antepassados já viviam aqui e produziam cerâmica. É muito importante receber essa ajuda em tempos de pandemia”, afirma o líder indígena.


De acordo com ele, a comunidade vive de artesanato, agricultura e da pesca, mas com a pandemia, tudo ficou mais complicado. “Por isso agradecemos por toda a ajuda que estamos recebendo hoje”, finaliza.

Assistente social da Moradia e Cidadania, Marnízia Dias Ribeiro ressaltou a importância da ação social numa comunidade tão isolada. “Foram duas horas e meia de viagem de barco para chegar até essa comunidade indígena. Estamos em busca de amenizar os impactos da Covid-19, então é mais uma comunidade atendida nessas ações emergenciais. Só conseguimos realizar essas ações porque temos parceiros então aqui queremos agradecer ao Grupo de Apoio Voluntariado (GAV), ao Movimento Juntos Somos + ARQ/AM, que indicou a comunidade, circo Marcos Frota e ao grupo Simões”, pontua Marnízia Dias.


Origem

A OSC Moradia e Cidadania tem suas origens nos Comitês de Ação da Cidadania, criados em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza. Em setembro do ano 2000 esse movimento social foi abraçado pelos empregados da Caixa Econômica Federal e se transformou em instituição jurídica, como organização da sociedade civil, com abrangência nacional. Hoje, a Moradia e Cidadania é mantido por funcionários da Caixa Econômica Federal, que são associados a entidade.

No Amazonas, a Moradia e Cidadania é coordenada por Osmar Pantoja da Silva, tem como gerente administrativo Agnaldo Brelas, e Marnízia Dias Ribeiro é a assistente social.




Fotos: Divulgação


Nenhum comentário:

Postar um comentário