PSG fecha mega-acordo de licenciamento com Fanatics até 2030 - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

quarta-feira, 1 de julho de 2020

PSG fecha mega-acordo de licenciamento com Fanatics até 2030


O Paris Saint-Germain anunciou, nesta terça-feira (30), a renovação e a ampliação do acordo com a varejista on-line americana Fanatics até 2030. O mega-acordo, que não teve os valores divulgados, substitui o contrato anterior que englobava apenas o comércio eletrônico e dá à empresa um controle maior sobre a fabricação de produtos do clube e a transforma em principal parceira de licenciamento do PSG.

De acordo com a CNBC, canal por assinatura da NBCUniversal dedicado a notícias de negócios, o novo contrato é "o maior acordo financeiro que a varejista faz com um time esportivo em toda a sua história de 25 anos". "A expansão levará o negócio de merchandising do Paris Saint-Germain a ser um dos maiores do mundo do esporte", afirmou a Fanatics, em um comunicado oficial.

Atualmente, o PSG possui mais de 5 mil produtos licenciados. Com a ampliação do acordo, o objetivo é dobrar esse número nos próximos dois anos. "Este acordo marca mais um novo capítulo na ambiciosa história de crescimento do Paris Saint-Germain. Na Fanatics, estamos em parceria com o líder global de merchandising esportivo, uma colaboração que trará consigo uma vasta gama de oportunidades comerciais exclusivas em todo o mundo. Nos próximos 10 anos, Paris Saint-Germain e Fanatics trabalharão para aprimorar ainda mais o alcance e o apelo da marca, além da excelência em merchandising do clube. Ao enriquecer nossa oferta de produtos e ampliar a presença do clube em novos mercados, essa colaboração servirá como um dos principais pilares da nossa estratégia comercial", afirmou Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG, em entrevista concedida à CNBC por e-mail.

Pelo contrato, a Fanatics operará exclusivamente os negócios de comércio eletrônico do PSG, além de se tornar a principal responsável pelo licenciamento de todo o portfólio de mercadorias do clube, que inclui roupas, bonés, tênis e diversos outros tipos de produtos em mais de 350 categorias. O acordo ainda amplia o alcance internacional do time, uma vez que poderá acessar o banco de dados de 45 milhões de clientes ativos da empresa nos principais mercados do PSG, incluindo Europa, América do Norte e Ásia. O objetivo imediato é triplicar os negócios de comércio eletrônico do clube nos próximos 36 meses.

"Acima de tudo, procurávamos unir competência e excelência. O que é especial no Paris Saint-Germain é sua ambição de marca em áreas fora do futebol. Por outro lado, a Fanatics tem um conhecimento incrível quando se trata de experiência dos fãs e maximização do potencial das marcas esportivas. Nossa ambição é alta: unir forças no momento em que os hábitos de consumo mudam rapidamente e os negócios evoluem diariamente", explicou Fabien Allegre, diretor de diversificação de marca do PSG.

"O Paris Saint-Germain é um dos clubes de futebol mais inovadores do mundo e é, sem dúvida, uma das marcas mais quentes do esporte global no momento. A parceria com organizações com ideias semelhantes que gostam de pensar fora da caixa para levar a indústria adiante é o que nos entusiasma. Estamos incrivelmente orgulhosos de nos unir a um clube que está disposto a ultrapassar os limites do que é possível para continuar melhorando a experiência dos fãs de esportes em todo o mundo", celebrou Gary Gertzog, vice-presidente executivo de negócios da Fanatics.

Vale lembrar que, no ano passado, a Fanatics fechou um acordo com a Jordan Brand, da Nike, o que provocou um aumento de 470% nas vendas de camisas do PSG nos EUA. Além dessa, também foram assinadas colaborações com marcas de luxo, como a Hugo Boss, e ícones do rock, como os Rolling Stones, para ampliar o apelo do PSG no mercado.

Foto: Reprodução / Twitter (@PSG_inside))
Fonte: Máquina do Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário