Em fase final no Puraquequara, ‘Requalifica’ adota nova técnica para reforço de base asfáltica - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Em fase final no Puraquequara, ‘Requalifica’ adota nova técnica para reforço de base asfáltica


O Programa de Requalificação Viária e Urbana (Requalifica), executado pela Prefeitura de Manaus e que já chega a sua sexta etapa, está em fase final dos serviços no Puraquequara, zona, Leste, na estrada que recebe o mesmo nome do bairro. Nesta terça-feira, 18/8, as equipes de obras do município realizam uma nova técnica de reciclagem da base asfáltica em quatro quilômetros da via, que pelo fluxo de veículos pesados apresentava constante infiltração.

O trabalho no local faz parte do “Requalifica 4” e deve durar de 15 a 30 dias, considerando o verão amazônico. Segundo o engenheiro fiscal da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Efraim Costa de Aragão, a determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto é para que seja mantida a qualidade e durabilidade nas ações de recapeamento na capital.

“Percebemos que só fazer o recapeamento, com remendo profundo, não solucionaria a dificuldade que temos nesse trecho de quatro quilômetros da rua Puraquequara. Devido ao tráfego de caminhões que transportam materiais muito pesados, resolvemos fazer uma reciclagem do solo e subsolo que renova, de forma profunda, a base para receber a camada asfáltica”, explicou Efraim.


O engenheiro da Seminf disse, ainda, que a reciclagem asfáltica consiste em retirar o material que está no solo e subsolo, em até 20 centímetros, triturar e reaplicá-lo como base da pavimentação, para só então receber a camada asfáltica de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ).

“Será refeita a base retirando toda a umidade do solo e reaproveitando o material antigo, para compactar o novo subsolo e, assim, receber o asfalto”, comentou Efraim Aragão, garantindo a recuperação da largura da via, que havia sido invadida pela vegetação, afunilando a pista e causando a umidade no solo.

Essa é a última etapa dos trabalhos no Puraquequara, que conta com mais de 40 colaboradores atuando diretamente na obra, além de duas motos niveladoras, quatro rolos compactadores, duas retroescavadeiras, compressor de ar e imprimadora. Depois de recompor a base, a via irá receber um total de seis toneladas de massa asfáltica.

Fotos – Altemar Alcântara / Semcom



Nenhum comentário:

Postar um comentário