Polícia Civil prende vigilante que estuprava as duas filhas e a enteada, na zona norte de Manaus - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Polícia Civil prende vigilante que estuprava as duas filhas e a enteada, na zona norte de Manaus



Agentes da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) prenderam na manhã desta quarta-feira (30/09), por volta das 8h, um vigilante de 43 anos, no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus, em cumprimento a mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável. O infrator está sendo investigado por ter abusado sexualmente das próprias filhas de 12 e 14 anos, e da enteada, uma jovem de 19 anos.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, as investigações em torno do caso tiveram início na última quinta-feira (24/09), quando as três irmãs procuraram a Especializada para comunicar que haviam sido vítimas de estupros cometidos pelo infrator ao longo dos últimos anos.

“Em depoimento, as vítimas alegaram que o vigilante aproveitava os momentos em que a companheira dele, e mãe delas, saía para trabalhar, e cometia os crimes sexuais. As irmãs foram abusadas há anos, desde que tinham 8, 9 e 12 anos, respectivamente”, explicou a autoridade policial.

A filha de 14 de anos chegou a ser abusada sexualmente na última semana, dias antes da denúncia ter sido formalizada, segundo informou a delegada Joyce. A titular da Depca explicou que, como não cabia mais situação de flagrante no dia do registro do Boletim de Ocorrência (BO), as equipes iniciaram imediatamente os trabalhos investigativos.

Depois da instauração do Inquérito Policial (IP), a delegada ingressou com o pedido do mandado de prisão preventiva em nome do indivíduo, que foi expedido na última sexta-feira (25/09), pelo juiz Rômulo Garcia Barros Silva, do Plantão Criminal.

Procedimentos – O vigilante foi indiciado por estupro de vulnerável. Após os trâmites na unidade policial, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM


Nenhum comentário:

Postar um comentário