TERAPIAS ALTERNATIVAS - Prefeitura organiza oferta de práticas integrativas na UBS José Figliuolo - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

TERAPIAS ALTERNATIVAS - Prefeitura organiza oferta de práticas integrativas na UBS José Figliuolo



Como parte da programação de aniversário de seis anos da Unidade Básica de Saúde (UBS) José Figliuolo, localizada no conjunto Viver Melhor, bairro Lago Azul, zona Norte, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou nesta sexta-feira, 25/9, a oferta de atendimento em seis Práticas Integrativas e Complementares (Pics): auriculoterapia, reiki, meditação, yoga e acupuntura, além de orientações sobre a utilização de plantas medicinais.

Conforme a técnica da Gerência de Promoção da Saúde (GPROS/Semsa), a fisioterapeuta Gabriela Santos, além de marcar os seis anos da UBS, inaugurada em setembro de 2014, a programação foi organizada como parte do processo de implantação e divulgação das Pics na rede municipal.

“As práticas integrativas são recursos terapêuticos seguros, reconhecidos pelo Ministério da Saúde, que estão sendo implantadas na Prefeitura de Manaus, para ampliar o cuidado com os usuários do Sistema Único de Saúde. Ao todo são 29 práticas que podem ser utilizadas e que complementam o tratamento convencional com o atendimento médico e a utilização de medicamentos, de acordo com a necessidade do paciente”, informou Gabriela.

A Semsa conta atualmente com seis serviços de saúde com a oferta de Práticas Integrativas e Complementares na rotina de atendimento. “A UBS José Figliuolo é uma das unidades que já trabalha com as práticas de meditação, ayurveda, barras de access e auriculoterapia. Mas a programação especial de aniversário neste mês de setembro trouxe também a prática de yoga, plantas medicinais, reiki, acupuntura e escalda-pés, ampliando a oferta de serviços na unidade de saúde”, destacou Gabriela.

O trabalho contou com o apoio de profissionais que atuam na policlínica Anna Barreto, na Vigilância Sanitária, nas UBSs José Rayol e UBS Ivone Lima, e na gerência de Promoção da Saúde, da Semsa.

De acordo com a fisioterapeuta Dalva Coimbra, técnica que conduz as Pics na UBS José Figliuolo, o trabalho foi iniciado com o grupo de Hiperdia, que reúne pacientes com hipertensão e diabetes.



“Acompanhando esse grupo de pacientes foi possível perceber que apresentavam ansiedade, insônia e depressão. Por mais que se utilizasse a medicação e o tratamento médico convencional, os pacientes continuavam com a doença sem o controle adequado, já que diabetes e hipertensão estão muito vinculados com questões emocionais. Com o início da oferta das práticas integrativas, os resultados foram maravilhosos porque é um trabalho que busca a promoção da saúde e a prevenção, com educação permanente para o autoconhecimento e autocuidado”, afirmou Dalva.

A artesã Maria Etelvina Santos Pimentel, de 48 anos, é uma das pacientes atendidas na UBS José Figliuolo, que foi diagnosticada com hipertensão arterial há seis anos.

“Quando comecei a participar do grupo de Hiperdia minha pressão arterial era muito alta e sem controle. Mas por meio do grupo comecei com reeducação alimentar, exercício físico, participei de palestras educativas sobre saúde e conheci a yoga e meditação, o que ajuda a relaxar. É um conjunto de atividades que ajudou a controlar a pressão arterial, melhorou a minha vida, reduzindo a ansiedade e também cheguei a perder 12 quilos”, afirmou Etelvina.

Práticas no SUS

Atualmente, o SUS reconhece 29 Práticas Integrativas e Complementares (Pics) que podem ser utilizadas como recursos terapêuticos na rede de saúde, atuando de forma integrada com a medicina convencional, em tratamentos e na prevenção de diversas doenças, desde a depressão até a hipertensão.

As Pics incluem a apiterapia, aromaterapia, bioenergética, constelação familiar, cromoterapia, geoterapia, hipnoterapia, imposição de mãos, ozonioterapia, terapia de florais, ayurveda, homeopatia, medicina tradicional chinesa, medicina antroposófica, arteterapia, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, shantala, terapia comunitária integrativa, termalismo social/crenoterapia e yoga.

Atendimentos

Além da UBS José Figliuolo, a Semsa mantém a oferta das Pics na rotina de atendimento de outros cinco serviços de saúde: UBS José Rayol dos Santos, bairro Flores, zona Centro-Sul; no Centro Especializado em Reabilitação, bairro da Paz, zona Oeste; UBSs Silas Santos, bairro São José, e Ivone Lima, bairro Coroado, ambos na zona Leste; e na Policlínica Anna Barreto, no Monte Sião, zona Norte.

Foto - Divulgação / Semsa

Nenhum comentário:

Postar um comentário