Curso de Enfermagem da UEA alcança nota máxima no Enade 2019 - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Curso de Enfermagem da UEA alcança nota máxima no Enade 2019



O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta terça-feira (20/10), os Indicadores de Qualidade da Educação Superior do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019 dos cursos avaliados em todo o Brasil. O curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), desenvolvido na Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA), alcançou o conceito 5, nota máxima da avaliação.

Também obtiveram ótimas avaliações no exame os cursos da UEA de Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de produção, Engenharia Civil, Farmácia e Odontologia, que alcançaram nota 4. Os cursos de Engenharia Química, Engenharia da Computação, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica obtiveram nota 3. Nesta edição, dos 8.368 cursos avaliados, apenas 510 atingiram a maior nota.

Em 2019, foram avaliadas as áreas relativas ao grau de bacharel: Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação, Engenharia de Produção, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia e Zootecnia.

Já as áreas relativas ao grau de tecnólogo incluem: Tecnologia em Agronegócio, Tecnologia em Estética e Cosmética, Tecnologia em Gestão Ambiental, Tecnologia em Gestão Hospitalar, Tecnologia em Radiologia e Tecnologia em Segurança no Trabalho. Vale destacar que cada área é avaliada a cada três anos.

Certificação – Em 2017, o curso de Medicina da UEA recebeu o selo de acreditação do Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme) do Conselho Federal de Medicina (CFM), por conta do esforço coletivo de docentes, técnicos-administrativos e discentes. Por isso, o reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, recebeu com consternação a nota 1 dada ao curso de Medicina em 2019. Ele destaca que, a direção da Escola Superior de Ciências da Saúde, a coordenação do curso de Medicina, todas as Pró-Reitorias e a representação discente da Medicina foram convocados para uma primeira reunião de análise de situação e definição de soluções a serem tomadas.

“Reforço minha insistência pessoal desde 2017 junto à coordenação e ao corpo docente do curso, no sentido de atender às recomendações do Saeme CFM ao momento da acreditação. Reafirmo minha confiança no corpo docente, técnico-administrativo e na qualidade do coletivo discente e tenho total certeza de que a UEA e o curso de Medicina farão o dever de casa com humildade, responsabilidade e senso de coletivo e reconduzirão o curso ao seu melhor desempenho acadêmico, institucional e social. Parabenizo o coletivo de cursos da UEA pelo desempenho muito satisfatório no Enade 2019”, enfatizou.

Sobre o Enade – O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos, o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional, e o nível de atualização dos estudantes com relação à realidade brasileira e mundial.

Aplicado pelo Inep desde 2004, o Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), composto também pela Avaliação de cursos de graduação e pela Avaliação institucional. Juntos eles formam o tripé avaliativo que permite conhecer a qualidade dos cursos e instituições de educação superior brasileiras.

O Ciclo Avaliativo do Enade determina as áreas de avaliação e os cursos a elas vinculados. As áreas de conhecimento para os cursos de bacharelado e licenciatura derivam da tabela de áreas do conhecimento divulgada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Já os eixos tecnológicos são baseados no Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia (CNCST), do Ministério da Educação.

A prova do Enade é composta de 40 questões, sendo 10 de formação geral (que aferem aspectos da formação profissional) e 30 de componente específico (com perguntas específicas sobre o curso no qual o aluno está se formando). Esse teste permite que o MEC produza dois indicadores de qualidade: o Conceito Enade e o Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD).

Nenhum comentário:

Postar um comentário