Policiais civis do 10° DIP prendem irmãos por resistência, desacato e desobediência - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Policiais civis do 10° DIP prendem irmãos por resistência, desacato e desobediência



A equipe de investigação do 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando do delegado Denis Pinho, titular da unidade policial, prendeu, em flagrante, nesta segunda-feira (19/10), por volta das 16h, os irmãos Davi Souza da Silva, 30, e Marcelo Souza da Silva, 26, após desacatarem e agredirem equipes policiais durante uma abordagem. Na ocasião, os policiais cumpriram, ainda, um mandado de prisão por roubo em nome de Davi. O fato ocorreu na rua Monte Serrat, bairro Novo Esperança, zona oeste de Manaus.

De acordo com o delegado Denis Pinho, as equipes se deslocaram até o endereço mencionado para averiguar denúncia de venda de drogas na casa de Francisco Celso Souza da Silva, que efetuou disparos de arma de fogo contra uma viatura da Polícia Civil (PC-AM), na última quarta-feira (14/10), no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus.

“Ao chegarmos ao local, abordamos Francisco e, nesse momento, os dois irmãos dele, Davi e Marcelo, partiram para cima da nossa equipe, proferindo xingamentos e ofensas e até travaram luta corporal. Ele então aproveitou a ocasião e se evadiu do local, deixando para trás uma balança de precisão e porções de entorpecentes”, detalhou Pinho.

O titular da unidade policial informou que a dupla foi encaminhada para a delegacia. Durante os procedimentos, foi constatado que Davi possuía um mandado de prisão em aberto por roubo, expedido no dia 12 de abril de 2019, pelo juiz Genesino Braga Neto, da 10ª Vara Criminal. “Davi possui mais de dez processos criminais por crimes como tráfico de drogas e roubo. Já Marcelo tem passagem por violência doméstica”, relatou ele.

Procedimentos – Davi e Marcelo foram autuados em flagrante por resistência, desacato e desobediência. Davi também irá responder por roubo. Após os trâmites cabíveis na unidade policial, eles serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) onde passarão por audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

Disque-denúncia – Quem puder colaborar com informações sobre a localização de Francisco deve entrar em contato com o número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O sigilo da identidade do informante será assegurado.

Fotos: Erlon Rodrigues/ PC-AM

Nenhum comentário:

Postar um comentário