LightBlog

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Governador Wilson Lima assina termo de cooperação com organização internacional para fortalecimento do enfrentamento à Covid-19



O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), assinou nesta quinta-feira (26), junto com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), um termo de cooperação para o enfrentamento à pandemia de Covid-19 no estado. A assinatura faz parte de uma nova etapa de acompanhamento feito pela OPAS, braço da Organização Mundial da Saúde (OMS) nas Américas, que colabora com o Amazonas apoiando as ações implantadas pela FVS-AM e fortalecendo a capacidade de vigilância, assistência, comunicação e de fornecimento de resposta rápida a surtos e notificações de casos da doença causada pelo novo coronavírus.

A assinatura do termo, que representa apoio nas ações de interesse da saúde pública do estado, foi realizada entre o governador Wilson Lima; a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto; o secretário de Saúde do Estado, Marcellus Campêlo; e, de forma remota, pela representante da OPAS/OMS no Brasil, Socorro Gross Galiano. Através do documento, as instituições comprometem-se a aprimorar e desenvolver estratégias para a melhoria da qualidade de vida da população do Amazonas.



“Nós tivemos e continuamos tendo a humildade de reconhecer que precisávamos de ajuda e continuamos precisando de ajuda, principalmente de instituições como a OPAS, que tem um trabalho de referência mundial, sobretudo na América do Sul. Estou muito feliz e lisonjeado com a vinda da OPAS pra cá, com a comitiva e a continuidade da nossa parceira e formalização de mais uma etapa, levando em consideração que a gente ainda não superou a Covid-19”, afirmou o governador Wilson Lima, sobre a importância do apoio da OPAS no enfrentamento da pandemia no Amazonas.

A assinatura do termo vai permitir o acompanhamento da OPAS nas ações de enfrentamento à Covid-19 no estado, assim como o assessoramento dos consultores da instituição, como explica a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa. Posteriormente, serão feitos relatórios periódicos enviados à central da OPAS no Brasil.

”Do ponto de vista da vigilância, nós temos o acompanhamento, o monitoramento da Organização Pan-Americana de Saúde, que vem desde o início da pandemia, vem presente juntamente conosco oferecendo o seu apoio, oferecendo o seu conhecimento técnico e oferecendo também um apoio de forma material com a oferta de consultores que têm estado presentes conosco desde o início da situação de Covid, no estado do Amazonas. A Opas observa o que está sendo bem feito aqui e presta sugestões, traz experiências, expertise para que nós melhoremos o nosso processo de trabalho. Além disso, é um observador externo, um observador da Organização Mundial de Saúde. É alguém que analisa todos os nossos procedimentos. É alguém que está acompanhando juntamente conosco os dados epidemiológicos, o que está sendo publicado, os nossos bancos de dados, a veracidade do que nós dizemos”, explicou a diretora.

A representante da OPAS/OMS no Brasil, Socorro Gross Galiano, ressaltou o comprometimento das instituições com o atendimento da população local. “Para nós, trabalhar com o Amazonas sempre é um aprendizado e nessa construção da saúde sempre trazemos e também aprendemos. O Amazonas é um estado muito rico com diversidade, beleza e força. Nós temos essa parceria essencial, mas agora nós queremos estar mais juntos. Este protocolo de intenção nos compromete ainda mais. Nossa intenção, enquanto organização, é atender o melhor nos estados, aprender, compartilhar experiências de nossa região e do mundo, trazer e também compartilhar as boas experiências”, declarou.



Ações – Além da assinatura do termo, a comitiva da OPAS faz, até a sexta-feira, um acompanhamento das ações que estão sendo realizadas no enfrentamento à Covid-19 no Amazonas. A comitiva acompanhou as atividades de assistência à saúde em Manaus e no interior do estado; vigilância em saúde; diagnóstico laboratorial da doença; plano de comunicação utilizado no combate à pandemia; além da coordenação de respostas rápidas à população diante dos desafios durante o enfrentamento, como fiscalização e transparência.

Na vigilância em saúde, a comitiva da organização internacional acompanhou a apresentação do cenário epidemiológico da covid-19 no Amazonas, realizada pela FVS-AM, e participou de reunião com os avaliadores com os líderes das ações de enfrentamento à pandemia pela FVS-AM.

A iniciativa contemplou, também, visita ao Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz, que realiza tratamento de pacientes com Covid-19, para acompanhamento do Plano Executivo de Contingência Estadual para o Recrudescimento da Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (SARS-CoV-2) e avaliação dos principais avanços e desafios da assistência à saúde. A comitiva acompanhou as ações desenvolvidas para aprimoramento do fluxo assistencial, ocupação de leitos, transporte e internação de pacientes, disponibilidade de exames e planejamento.

Fotos: Tacio Melo/Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LightBlog