Polícia Civil deflagra operação ‘Interação Fraudulenta’ e prende jovem envolvida com grupo de estelionato em Goiás - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Polícia Civil deflagra operação ‘Interação Fraudulenta’ e prende jovem envolvida com grupo de estelionato em Goiás



A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em parceria com o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais (CAOCRIM/MPAM) e Grupo de Repressão a Estelionato e outras Fraudes da Delegacia de Investigação Criminal de Goiás (GREF/DEIC), deflagrou, na última quinta-feira (29/10), por volta das 18h, a operação ‘Interação Fraudulenta’, que resultou na prisão, em flagrante, de Allanys Kelly Silva Lessa, 22, pelo crime de estelionato. A prisão foi feita na rua Manaus, Parque Amazônia, em Goiânia, capital de Goiás.

De acordo com o delegado Denis Pinho, titular do 10° DIP, no decorrer das investigações, visando o combate de crimes de estelionatos cometidos por meio de aplicativos de mensagens, conhecidos como ‘Golpe de Novo Número’, foi detectado que uma vítima da cidade de Manaus estava tendo sua foto usada por um perfil de outro número de telefone, no estado de Goiás, que se passava por ela para extrair dinheiro de conhecidos.

“A autora pedia uma quantia para os amigos e familiares da vítima. Inclusive, um familiar já havia feito o depósito de determinado valor e a partir dele, conseguimos achar Allanys. Na cidade de Goiânia, ela chegou a retirar esse valor da conta, mas com a ação rápida da polícia, foi possível recuperar boa parte do dinheiro. Cerca de R$3.500”, relatou o delegado.

Conforme o titular, com a chegada da guarnição ao local, ela confessou o crime e declinou o nome de outros participantes, que ainda não podem ter suas identidades reveladas.

“Ela não agia sozinha, faz parte de uma organização criminosa que age de dentro dos presídios. Estamos com as investigações em andamento para que possamos obter mais informações sobre esse grupo”, explicou Denis.

A ação recebeu o nome de ‘Interação Fraudulenta’, pois visa os combates a fraudes por meio aplicativos e teve o objetivo de compartilhar informações entre os dois estados, contribuindo para outras investigações desse mesmo curso.

Procedimentos – Allannys foi presa, em flagrante, e irá responder pelo crime de estelionato. Ela foi encaminhada para audiência de custódia na cidade de Goiânia, em Goiás, e ficará à disposição da justiça.


Foto: Erlon Rodrigues/ PC


Nenhum comentário:

Postar um comentário