Simpósio de Ouvidorias do TCE, na próxima sexta, será 100% virtual

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Simpósio de Ouvidorias do TCE, na próxima sexta, será 100% virtual



Pela primeira vez, o Simpósio Nacional de Ouvidorias promovido pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), que chega em sua 4ª edição este ano, será realizado na próxima sexta-feira (27), às 13h30 (horário Manaus), será 100% virtual e com transmissão ao vivo pelas redes sociais (Facebook, Youtube e Instagram) do TCE-AM.

"Por conta da pandemia do novo coronavírus, não poderemos fazer o evento que é tradicionalmente realizado pela Ouvidoria do Tribunal presencialmente, mas o Simpósio ocorrerá, virtualmente, e com a mesma qualidade nas discussões. O TCE-AM não parou suas atividades e um exemplo disto foi a Ouvidoria da Corte de Contas que continuou suas ações junto a sociedade", afirmou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

O evento é gratuito e as inscrições podem ser feitas no site: https://moodle.tce.am.gov.br/. Segundo a Ouvidoria do Tribunal, a inscrição não é obrigatória para participar do evento. Apesar de não haver obrigatoriedade de se inscrever para participar do evento, apenas os inscritos receberão certificado de participação com carga horária de três horas.

Sobre o evento
Idealizado pela Ouvidoria do TCE-AM, o evento tem o intuito de proporcionar à sociedade uma discussão e reflexão acerca da necessidade de reconstrução das ouvidorias na era digital, diante da evolução dos mecanismos institucionais e sociais de controle, acompanhamento e participação na gestão pública.

“O simpósio vem para debater o papel atual dos órgãos controladores e do controle social, visando à melhoria dos serviços públicos, como, também, propagar os valores fundamentais do Estado democrático de direito”, ressaltou o ouvidor do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro.

A 4ª edição do Simpósio conta com o apoio do Instituto Rui Barbosa (IRB), da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), do Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM) e da Escola de Contas Públicas (ECP) do TCE-AM.

Postar um comentário

0 Comentários