VALORIZAÇÃO - Ao inaugurar creche, prefeito anuncia que servidores do ensino infantil e EJA terão 14º e 15º salários - O CHEFÃO DA NOTÍCIA

Breaking

Publicidade

terça-feira, 10 de novembro de 2020

VALORIZAÇÃO - Ao inaugurar creche, prefeito anuncia que servidores do ensino infantil e EJA terão 14º e 15º salários



Pela primeira vez, a Prefeitura de Manaus irá pagar o 14º e 15º salários para profissionais da educação infantil e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). O anúncio foi feito pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, nesta segunda-feira, 9/11, durante entrega da creche municipal Professora Dalila Bentes Duarte, bairro Santa Etelvina, zona Norte. Mais de 2,5 mil servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed), incluindo do ensino fundamental, receberão o benefício pelas metas alcançadas na gestão.

“Esse benefício já existia para outras modalidades de ensino, mas será a primeira vez que vamos premiar os servidores da educação infantil e de jovens e adultos, como uma forma de parabenizá-los e incentivá-los. Não só com a inauguração de creche, mas com a valorização dos nossos profissionais, faremos com que Manaus se torne a número um na educação do país, priorizando a aprendizagem dos alunos”, destacou o prefeito Arthur Neto.

Ao todo, serão 115 escolas e 2.550 servidores beneficiados. Do total de unidades de ensino, 112 receberão o 14º salário, sendo 14 escolas do ensino fundamental, três do EJA e 95 da educação infantil receberão o 14º, e três da educação infantil terão o 15º. A matéria do Executivo municipal, que trata do pagamento dos 14º e 15° salários para os servidores, será apreciada nos próximos dias, pela Câmara Municipal de Manaus (CMM).



O Programa de Incentivo e Valorização aos servidores lotados nas unidades de ensino avalia a melhoria dos resultados de aprendizagem dos estudantes definidos pelo Índice de Desenvolvimento da Educação da Rede Municipal de Ensino (IDE-Manaus), por meio de Cartas de Metas entregues a cada unidade.

Os itens que classificam as unidades para recebimento do 14º devem apresentar a taxa de desenvolvimento integral, redução de abandono escolar, quantitativo de crianças por turma, cumprimento do currículo e a prestação de contas do exercício anterior do ano de aplicação da avaliação nacional pelo Ministério da Educação (MEC) e do ano corrente protocolado. Já aos classificados para o 15º, são avaliados o cumprimento em conjunto da taxa de desenvolvimento integral e as prestações de contas.

Inauguração
Inaugurada nesta segunda-feira, a unidade de ensino Professora Dalila Bentes Duarte tem capacidade para atender até 180 crianças, de 1 a 3 anos. A nova estrutura, que vai reforçar a rede municipal de ensino para o ano letivo de 2021, foi construída com recursos do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).



“Além de homenagear uma grande servidora, essa creche vai trazer tranquilidade a tantas mães, que poderão se dedicar ao trabalho, pois saberão que seus filhos estarão em um lugar seguro com um dos melhores ensinos do país. Quando assumi a prefeitura, só existia uma creche na cidade, hoje estamos entregando a 22ª, com estrutura moderna, metodologia inovadora e profissionais comprometidos com a educação”, afirmou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

A creche conta com nove salas de aula, atendendo 11 turmas, sendo maternal 1 e 2, em período integral, e o maternal 3 com turmas nos turnos matutino e vespertino. A unidade funciona com atividades remotas, devido ao período de pandemia da Covid-19, e conta com professoras, gestora e pedagogo, que auxiliam os responsáveis pelas crianças com orientações por meio do guia “Vivência de Criança Saberes Familiares”.

A secretária da Semed, Kátia Schweickardt, destacou que a obra segue a metodologia inovadora com atendimento a três premissas básicas do processo de implantação e expansão do Proinfância: custo da construção, tempo de execução e qualidade da construção. “A determinação do prefeito Arthur fez com que nós conseguíssemos concluir essa obra com recursos do tesouro municipal. Esse é um verdadeiro compromisso com a educação infantil do município e, sobretudo, com a comunidade do Santa Etelvina, que aguardava ansiosamente por esse presente”, ressaltou.

Para a dona de casa e líder comunitária Suely Oliveira, a creche é um grande ganho para as famílias do Santa Etelvina. “Agradeço em nome da comunidade e das mães que são atendidas aqui no Santa Etelvina, principalmente para as famílias carentes, que não têm condições de pagar uma creche para seus filhos. Sentimos que é uma verdadeira valorização na educação da comunidade”, agradeceu.



Homenagem
Dalila Bentes Duarte nasceu em 12 de dezembro de 1938, na cidade de Canutama (AM), cursou magistério e, em 1979, ingressou no 4º adicional em matemática e ciências, passando a lecionar matemática de 1ª a 6ª série, contribuindo na formação em matemática para professores das escolas rurais de Manaus.

Em 1999, foi convocada pela então secretária de Educação municipal, professora Vera Lúcia Marques Edwards, por portaria, para fazer parte da comissão que cadastraria os professores efetivos que não possuíam o nível superior para cursarem o Programa Especial de Formação Docente (Pefed), em parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Em dezembro de 2000, aos 62 anos, iniciou a vida acadêmica no Pefed, assistindo as primeiras aulas do curso de pedagogia, pela Faculdade de Educação (Faced) da Ufam.

Em 2001, aposentou-se da rede estadual, onde lecionava matemática, para ter mais tempo para os estudos do curso de pedagogia, que concluiu com êxito, formando-se na primeira turma. Dalila se aposentou da Semed em 2010. Ela morreu no dia 3 de maio de 2016, deixando um legado de relevantes serviços como educadora, tanto na rede municipal quanto estadual.

Fotos – Alex Pazuello / Semcom

Nenhum comentário:

Postar um comentário