Conecte-se Conosco

Política

PGR apura compra de imóveis por Eduardo Bolsonaro com dinheiro vivo

Publicado

em

O procurador-geral da República, Augusto Aras, informou ao Supremo Tribunal Federal que abriu uma investigação preliminar sobre a compra de dois apartamentos no Rio de Janeiro pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) em dinheiro vivo.

“Caso, eventualmente, surjam indícios razoáveis de possíveis práticas delitivas por parte do requerido, que teve seu primeiro mandato como deputado federal iniciado em 1º de janeiro de 2015, será requerida a instauração de inquérito nesse Supremo Tribunal Federal”, informou Aras.

Os imóveis ficam na Zona Sul do Rio de Janeiro. Parte do pagamento das duas unidades foi feita em dinheiro vivo, segundo reportagem do jornal “O Globo”. Em dezembro de 2016, foram pagos R$ 100 mil em espécie na compra do apartamento em Botafogo.  Em 2011, R$ 50 mil, também em espécie, foram usados na aquisição do de Copacabana. Os valores e a forma de pagamento constam em escrituras públicas obtidas pelo jornal.

A transação fez o advogado Ricardo Bretanha Schmidt pedir ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquérito contra o deputado. O pedido, então, foi encaminhado pelo ministro Luís Roberto Barroso à Procuradoria-Geral da República.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *