Conecte-se Conosco

Política

Jair Bolsonaro defendeu o golpe de Kassio Marques na Lei da Ficha Limpa

Publicado

em

“O que ele definiu foi o prazo de inelegibilidade, que estava completamente em aberto, apenas após a condenação. O cara estava dez anos respondendo. Quem erra, tem que pagar, mas não pode pagar ad eternum. Ele definiu que o prazo conta a partir da data do início do processo. Nada de mais isso.”

Em seguida, ele defendeu os fichas sujas em geral:

“O pessoal fica na maldade: ‘Ah, destruiu a Lei da Ficha Limpa’. Primeira coisa, quem está reclamando muito tem que ter coragem, já que ele é ficha limpa, um cara bacana, se candidata para ver como é que a vida de um político, para ver.”