Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Em Manaus, DECCI deflagra operação "Vetus" com intuito de combater crimes de violência contra idosos em todo o Brasil



A Polícia Civil do Amazonas (PC/AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (DECCI), deflagrou desde o dia 1º de outubro, a operação nacional “Vetus” que teve intuito de combater crimes de violência contra idosos nos 26 estados do País e no Distrito Federal. A operação foi finalizada em todo o território nacional, na manhã desta sexta-feira (04/12), com a divulgação do balanço dos trabalhos policiais.

Durante coletiva de imprensa, nesta sexta, na sede da Delegacia Geral, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste de Manaus, a delegada-geral e o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Emília Ferraz e Tarson Yuri Soares, juntamente com os diretores dos Departamentos de Polícia Metropolitana e do Interior (DPM e DPI), delegados Alessandro Albino e Bruno Fraga, e a delegada Andrea Nascimento, titular da DECCI, além da secretária executiva da Secretaria de Estado da Cidadania, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Edmara Cambaúva, apresentaram o balanço da operação.

A delegada-geral explicou que a operação nacional inédita foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e durou mais de dois meses. No Amazonas, foi atuante tanto na capital quanto em 14 cidades do interior. “A operação ocorreu em Manaus, Iranduba, Manacapuru, Parintins, Itacoatiara, Presidente Figueiredo, Coari, Nova Olinda do Norte, Careiro da Várzea, Careiro Castanho, Humaitá, Codajás, Benjamin Constant, Tefé e Fonte Boa”, destacou Emília Ferraz.



Registros - A delegada Andrea Nascimento explicou que durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), de abril a julho, o registro de denúncias relacionadas à violência contra a pessoa idosa, em todo o País, aumentou em 59%. Somente no Amazonas, de janeiro a outubro deste ano, houve aumento de 15% nos registros de Boletins de Ocorrência (BO) relacionados ao crime mencionado, se comparado ao mesmo período, em 2019. No Estado, a meta inicial era apurar 329 denúncias na capital e 58 no interior.

“O balanço da operação ‘Vetus’, no Amazonas, bateu mais de 100% do estipulado para o Estado, resultando na apuração de 570 diligências investigativas domiciliares que culminou na instauração de 129 Inquéritos Policiais (IPs), 45 Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCOs), 29 Medidas Protetivas, e seis prisões realizadas no interior e seis na capital”, detalhou a Andrea Nascimento.

A titular destacou, também, que, além da DECCI, a operação contou com o apoio das equipes da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) sul e centro-sul, Delegacia Especializada em Apurações de Atos Infracionais (DEAAI) e Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes Cibernéticos (DERCC).

A secretária executiva da Sejusc, Edmara Cambaúva, enfatizou que a operação conjunta entre as entidades visou, por meio do Centro de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (CIPDI), que a equipe psicossocial juntamente com a equipe investigativa da Especializada se deslocasse as residências para avaliar, além das denúncias, o contexto familiar que a pessoa idosa se encontrava.

“Por meio da CIPDI, fizemos o trabalho também de pós-operação, que é a questão do acompanhamento e articulação dos cuidados com a pessoa idosa. Ofertamos o apoio psicológico e social às vítimas que passaram por alguma situação de violência no âmbito que estavam inseridas” disse Edmara.



Denúncias - No Amazonas, a titular da DECCI reforçou que as denúncias anônimas relacionadas a crimes contra a pessoa idosa podem ser realizadas pelo Disque 100, Disque 181, na sede da DECCI ou por meio de registro de Boletim de Ocorrência (BO), que pode ser realizado em qualquer Distrito Integrado de Polícia (DIP) e Delegacia Interativa de Polícia (DIP).

FOTOS: Divulgação/Erlon Rodrigues e Alailson Santos/ PC-AM.

Postar um comentário

0 Comentários