Laboratório Musical Talent Show oferece imersão empreendedora a novos talentos em Manaus

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Laboratório Musical Talent Show oferece imersão empreendedora a novos talentos em Manaus



Uma iniciativa que busca agregar valores às carreiras de cantores(as), em especial dos manauaras e ainda, tem o intuito de capacitar e ampliar seus conhecimentos na área. Assim, se apresenta o Laboratório Musical, um talent show, de caráter não competitivo, onde os participantes passarão por experiências únicas em Manaus. O projeto é uma iniciativa do Grupo Pactum, idealizado pela cantora e produtora cultural, Jôci Carvalho, com direção geral do renomado Kid Mahall.

Para os interessados, a ordem é preparar o material de divulgação. As inscrições iniciam nesta quinta-feira (3) e vão até o dia 8 de dezembro através de um formulário online disponibilizado e válido por cinco dias, a contar do primeiro dia de divulgação. O link será compartilhado nas redes sociais do “Laboratório Musical” e também no site do Grupo Pactum. (https://linktr.ee/laboratoriomusical)

"Após a inscrição, faremos uma seleção interna, onde teremos 10 pré-selecionados que passarão por uma audição no nosso estúdio e, deles, serão escolhidos quatro participantes", disse Jôci, lembrando que estas etapas serão registradas em vídeo e exibidas em flashes na fanpage do Laboratório Musical.

Essa cobertura online será exibida em uma fanpage criada para promoção e divulgação do talent show “LABORATÓRIO MUSICAL” que terá como apresentadora Jôci Carvalho. Diariamente, será exibido o resumo das atividades realizadas pelos participantes.

O processo será compartilhado em uma cobertura online, a fim de que outros artistas e demais interessados entendam os elementos que contribuem para uma carreira de sucesso.

"Eles serão vistos como modelos para quem assiste. O público poderá acompanhar, em flashes diários, a evolução de cada um deles, não somente no aprimoramento das técnicas para execução da arte, mas também pelo aprumado de conhecimento sobre economia criativa e visão mercadológica que todos devem ter para se tornarem independentes e dispostos a alavancar suas carreiras, mesmo num momento de crise como este que vivemos com o impacto causado pela covid19", comentou a idealizadora do projeto.

Gravação de Álbum

Como produto final, além do upgrade na vida profissional destes artistas, será lançado um álbum com oito faixas distribuído nas principais plataformas digitais e unidades físicas de CDs, das quais cada participante ficará com 100 e 100 para o Grupo Pactum.

Contudo, o público também será presenteado com o lançamento em um 'Webshow' transmitido ao vivo. "O webshow terá uma banda que acompanhará os artistas, cenário com som e iluminação profissional, e poderá contar com uma plateia de até 50 convidados. Assim, fecharemos o nosso Talent Show com excelência", afirma Jôci.

Mudança na cultura e comportamento

O Laboratório Musical é um start de uma mudança na cultura musical amazonense que muitas vezes propõe que o artista deve sair do Amazonas para obter sucesso. "Com o Talent Show queremos dispor de uma prévia do que pretendemos realizar a fim de darmos nossa contribuição para o desenvolvimento da cultura amazonense mesmo que a longo prazo. Muitos artistas tem o sentimento de frustração, alguns depressão porque não conseguem avançar com seus trabalhos, às vezes até são incompreendidos pela própria família, e por não saberem o caminho a percorrer acabam aventurando e dependendo exclusivamente da sorte. Estes artistas muitas vezes não tem um material de qualidade para divulgar seus trabalhos, como fotos e vídeos profissionais, passando uma imagem de amadorismo."

Jôci complementa, "Com este 'laboratório' queremos despertar o espírito empreendedor. Sabemos que nem todos tem o dom para empreender, mas o simples fato de compreender a existência do mercado, sem dúvida, faz muita diferença. Os artistas buscam por reconhecimento, fama, quando na verdade o foco principal seria galgar por resultados. E se ele se planejar, estipular metas, realizar com excelência a sua arte, estar sempre criando, produzindo com qualidade, sabendo gerenciar sua carreira, ele alcançará o resultado de forma mais assertiva", explica.

Critérios para inscrição:

Ter 18 anos ou mais, residir em Manaus;

Cantor (a) que desenvolva atividade musical por no mínimo 3 anos, seja tocando em aniversários, bares, eventos corporativos, etc;

Que não tenha lançado nenhum registro sonoro autoral.

Que viva ou sonhe viver exclusivamente da sua arte;

Ter duas músicas de sua autoria ou de parceria, gravada mesmo que no celular estando acompanhada por um instrumento musical.

Que aceite o desafio de estar disponível às atividades do Laboratório Musical que se estenderá por quatro semanas.

Sobre esse último requisito, Jôci tem um recado. "Estes artistas selecionados receberão um cachê para minimizar as preocupações financeiras durante o período de execução do talent show, deixando-os livre para se dedicar integralmente às atividades propostas."

Mais informações pelas redes sociais do projeto @labmusicaloficial no Instagram ou (I92) ou pelo e-mail admpactum@gmail.com.

O projeto Laboratório Musical Talent Show foi contemplado pelo Programa Cultura Criativa – 2020/Lei Aldir Blanc – Prêmio Feliciano Lana" do Governo do Estado do Amazonas, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo - Secretaria Especial da Cultura.


Postar um comentário

0 Comentários