Marcelo Crivella é preso em operação que investiga ‘QG da Propina' na prefeitura do Rio de Janeiro

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Marcelo Crivella é preso em operação que investiga ‘QG da Propina' na prefeitura do Rio de Janeiro



O prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (Republicanos) foi preso na manhã desta terça-feira (22) no Rio de Janeiro em uma operação da polícia e do Ministério Público do Rio (MP-RJ).

A operação faz parte da Operação Hades, que investiga um suposto ‘QG da Propina’ na Prefeitura do Rio.

Neste momento, o prefeito está sendo conduzido para o IML (Instituto Médico Legal), onde passará por exames de corpo de delito.

Além de Crivella, também foram presos o empresário Rafael Alves e o delegado Fernando Moraes.

O ex-senador Eduardo Lopes (Republicanos) também foi procurado pela polícia, mas não foi encontrado no endereço residencial. Lopes herdou a vaga no Senado de Crivella e foi secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do governo de Wilson Witzel.

As investigações indicam que empresas que tinham interesse em fechar contratos ou tinham dinheiro para receber do município entregariam cheques para o empresário, irmão de Marcelo Alves, então presidente da Riotur. Em troca, Rafael facilitaria a assinatura dos contratos e o pagamento das dívidas.

Uma das buscas acontece no Porto do Frade, em Angra dos Reis, no sul fluminense, para apreender uma lancha do empresário.

A investigação se baseou na delação do doleiro Sérgio Mizrahy, preso pela operação Câmbio, Desligo, em 2019. De acordo com ele, haveria um “QG da Propina” operando dentro da Riotu, tendo o empresário Rafael Alves como o operador do suposto esquema.


Foto: Agência Brasil
Fonte: Gazeta Brasil



Postar um comentário

0 Comentários