LightBlog

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Polícia Civil realiza debate público para discutir a importância do combate à corrupção, em Iranduba



A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor), promoveu nesta segunda-feira (30/11), na Câmara Municipal de Iranduba (distante 27 quilômetros em linha reta da capital), debate público para discutir a importância da luta contra a corrupção. O evento teve início às 10h, e contou com a presença da delegada-geral da instituição, Emília Ferraz; do titular da Deccor, delegado Guilherme Torres; e de autoridades e representantes da população local.

Na ocasião, a delegada-geral destacou que a iniciativa é muito importante para todos, pois tem o intuito de interiorizar o conhecimento acerca das práticas criminosas que envolvem a corrupção, bem como manter um canal direto de comunicação com a população para informar sobre o tema e mostrar como ela deve agir ativamente dentro dos padrões sociais para combater o delito.

“Hoje tivemos a oportunidade de debater, conscientizar e alertar a população quanto aos malefícios da corrupção. Ressalto que a participação social no trabalho da polícia é extremamente importante”, salientou Emília.

O delegado Guilherme Torres, titular da Deccor, informou que, inicialmente, a audiência pública vai acontecer em 32 municípios do Amazonas. “A Deccor atua tanto no papel repressivo quanto no preventivo. Sendo assim, vamos debater sobre o combate a corrupção e colocar as equipes da Especializada à disposição da sociedade, para receber denúncias relacionadas ao crime. O evento permite, também, nos aproximarmos da população e conhecermos os problemas locais”, enfatizou Torres.



Durante o encontro, o delegado Lázaro Ramos, titular da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba, parabenizou a iniciativa e disse que a DIP presta apoio total à ação. Ele evidenciou, ainda, que este trabalho não é apenas da Polícia Civil, mas sim da comunidade em geral, que pode realizar denúncias de maneira honesta para combater tais práticas.

Denúncias – Em pouco mais de 50 dias de funcionamento, a Especializada já recebeu mais de mil denúncias, referente a casos de corrupção, o que resulta em cerca de 20 delações por dia.

“Disponibilizamos o número (92) 99450-1929, o disque-denúncia da Deccor, para recebimento de delações. Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, reforçou o delegado Guilherme Torres.

FOTO: Alailson Santos/PC-AM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LightBlog