Conecte-se Conosco

Brasil

Governo vai cancelar Bolsa Família de quem doou mais de R$ 2 mil na eleição

Publicado

em

O governo vai cancelar o Bolsa Família de beneficiários que doaram mais de dois salários mínimos na eleição municipal de 2020.

Uma instrução normativa publicada nesta segunda (4) no Diário Oficial traz regras para fiscalização de beneficiários que tenham doado dinheiro para candidatos.

Se o valor doado estiver entre meio salário mínimo e dois salários, o benefício será bloqueado para averiguação.

A regra também para vale para prestação de serviços em campanha eleitoral.

Um levantamento do TSE divulgado em novembro mostrou que mais de 31 000 pessoas que estão no Bolsa Família ou receberam o auxílio emergencial estavam entre os sócios de fornecedores de campanha nas eleições de 2020.

Além disso, mais de 65 000 inscritos em programas sociais, como o Bolsa Família, fizeram doações eleitorais que somam mais de R$ 54 milhões.