Conecte-se Conosco

Amazonas

APROVADO | Auxílio Manauara é aprovado e pagará R$200 para 40 mil famílias de baixa renda

Publicado

em

Na sessão extraordinária, realizada nesta terça-feira (26), o Projeto de Lei “Auxílio Manauara” foi aprovado por unanimidade pelos vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM). O auxílio visa beneficiar com o valor de R$200, 40 mil famílias com baixa renda e extrema pobreza que residem na cidade de Manaus. Pagamento começará em fevereiro.

A reunião presidida por David Reis (Avante), presidente da CMM, contou com a participação da Mesa Diretora composta pelos vereadores: Wallace Oliveira, Diego Afonso, Caio André, Elissandro Bessa, Eduardo Alfaia, João Carlos, Jaildo Oliveira, Amom Mendel e a Secretaria Geral, Glória Carratte. Foi decidido que serão 6 parcelas de R$200 para 40 mil famílias.

Jane Mara, titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), também participou da sessão e tirou dúvidas dos vereadores. Os critérios para o recebimento do benefício, segundo ela, serão para pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza, trabalhadores informais e beneficiários do bolsa família.

“Serão pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza, com renda até 178,00. Para refinar esse critério nós estamos trabalhando com pessoas que tenham na sua composição familiar um membro da família até 36 meses, no caso crianças, que tenham na sua composição, também, pessoas até 60 anos. Nós temos que considerar aqui famílias unipessoais também, o que é isso? Para o cadastro único, uma pessoa cadastrada constitui família, então nós vamos considerar esse ponto também”, explicou a secretária.

A criação do Auxílio Manauara foi uma promessa de campanha do prefeito David Almeida (Avante). O benefício, de início, iria começar a ser pago em abril, mas devido ao avanço da Pandemia na cidade de Manaus, o prefeito e vereadores decidiram antecipar o pagamento para fevereiro.

SOBRE O BENEFÍCIO

Conforme a prefeitura de Manaus, o ‘Auxilio Manauara’ irá beneficiar famílias residentes em Manaus inseridas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal, além de famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, pessoas beneficiárias do programa Bolsa Família e trabalhadores informais abaixo da linha da pobreza. A análise dos cadastros será realizada pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).