Situação Dramática│Profissional de saúde chora ao descrever pessoas morrendo por falta de oxigênio em Manaus

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Situação Dramática│Profissional de saúde chora ao descrever pessoas morrendo por falta de oxigênio em Manaus



“Sabe que, você ficar impotente? Falta oxigênio na rede, no Getúlio Vargas. As balas estão se acabando e os pacientes morrendo. Está muito difícil. Como é complicado. Eu não queria estar vivenciando isso. (Choro) As pessoas morrendo sem ar”.

O desabafo dramático é de um profissional da área de saúde que pediu para não ser identificada, para evitar possível represália, recebido na manha desta sexta-feira, 15, pelo portal.

Segundo ainda o relato da profissional, os companheiros do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, viam os ventiladores disparando e eles tentavam resolver, mas não conseguiam.

“Vidas iam embora (choro) a gente se sente tão incapaz. Só Deus… Só Deus!”, finaliza

Erros podem ter complicado
A segunda onda da Pandemia do Covid-19 em Manaus, pode ter ocorrido de forma mais forte e avassaladora, por conta da flexibilização das atividades comerciais, principalmente a de recreação, dos governos municipal e estadual ano passado.

De uma hora para outra, o comércio geral, igrejas, bares, restaurante e flutuantes voltaram a funcionar como se a pandemia tivesse cessado.

Imagens de semana passada do centro comercial de Manaus, fervilhava de gente, a maioria delas sem máscara ou qualquer tipo de precaução.

Hoje, com a situação quase que sem controle de vítimas do Coronavírus, e o colapso do sistema de saúde do Amazonas, as ruas estão desertas e a população parece estar entendendo a gravidade da situação.

Mortes e contaminados
O número de mortos nessa segunda onda da Pandemia, já se aproxima do auge da contaminação e mortes em março, abril e maio de 2020. O número de infectados confirmados chega ao ponto de não conseguir vagas nem nos hospitais particulares. A situação, como mostra o áudio da profissional de saúde, é realmente dramática. O governo federal que enviou o Ministro da Saúde a Manaus, divulgou que a primeira vacina pode ser disponibilizada até o próximo dia 20.

Postar um comentário

0 Comentários