Conecte-se Conosco

Amazonas

Com 21 assinaturas, vereador Rodrigo Guedes protocola pedido de instalação da CPI da Amazonas Energia na CMM

Publicado

em

O vereador Rodrigo Guedes (PSC) protocolou na Câmara Municipal de Manaus (CMM), nesta quinta-feira (18), o requerimento para a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito, que vai investigar a empresa Amazonas Energia. Além de Rodrigo Guedes, outros 20 vereadores assinaram o documento.

A CPI da Amazonas Energia vai apurar as práticas abusivas cometidas pela empresa, como cortes indevidos do fornecimento de energia elétrica durante o estado de calamidade pública na cidade de Manaus, bem como o descumprimento criminoso de decisões judiciais.

Ao todo, 21 vereadores assinaram o requerimento, sete a mais que o número necessário para a proposta ser aceita e começar a tramitar na Casa.

O vereadores que assinaram o documento são: Amom Mandel (Podemos); Antônio Peixoto (PTC); Caio André (PSC); Sassá da Construção Civil (PT); Daniel Vasconcelos (PSC); Dione Carvallho (Patriota); Elan Alencar (PROS); Fransuá Matos (PV); Ivo Neto (Patriota); Jaildo Oliveira (PCdoB); João Carlos (Republicanos); Lissandro Breval (Avante); Eduardo Assis (Avante); Raiff Matos (DC); Sandro Maia (DEM); Thaysa Lippy (PP); William Alemão (Cidadania); Yomara Lins (PRTB); Raulzinho (PSDB); Capitão Carpê (Republicanos) e o autor do documento vereador Rodrigo Guedes.

Rodrigo Guedes também disse que o documento que solicita a criação da CPI tem todos os elementos técnicos e jurídicos e que a CMM tem a prerrogativa de instalar a Comissão, com base na Lei Orgânica do Município, no regimento interno da casa e na lei federal 1579/52, que dispõe sobre as comissões parlamentares de inquérito.

Além disso, o vereador afirmou que vai dialogar com o presidente da casa, o vereador David Reis (Avante), para solicitar a celeridade da criação da CPI. Além de membro, Rodrigo Guedes acrescentou que vai requerer a presidência da Comissão.

“Vamos fazer de tudo para enquadrar a Amazonas Energia e fazer com que a empresa cumpra as resoluções e decretos, para que ela ande na linha e não seja mais a inimiga número 1 da população. E essa CPI será o melhor instrumento para tornar isso possível’, afirmou.

Texto: Assessoria de Comunicação – Izaías Godinho – 92 992956750