Eleito para defender o povo, vereador Raulzinho retira assinatura para investigar Amazonas Energia │ VEJA VÍDEO

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Eleito para defender o povo, vereador Raulzinho retira assinatura para investigar Amazonas Energia │ VEJA VÍDEO



A Câmara Municipal de Manaus (CMM) poderá, na próxima semana instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de autoria do vereador Rodrigo Guedes (PSC), para investigar possíveis práticas abusivas cometidas pela concessionária Amazonas Energia, como cortes indevidos do fornecimento de energia elétrica durante o estado de calamidade pública na cidade de Manaus, bem como o descumprimento criminoso de decisões judiciais.

Porém, a CPI teve uma baixa na manhã desta segunda-feira (22), quando o vereador Raulzinho, do PSDB, resolveu retirar sua assinatura alegando que o Poder Legislativo municipal não tem competência para levar adiante a investigação, por se tratar de uma empresa federal. "Eu não sou muito de palanque politico, a minha missão nessa casa é falar a verdade e não vender ilusão, nem que pra isso eu tenha que pagar preço, pois tem muita das vezes que a gente fala uma coisa aqui e a muita das vezes a imprensa coloca de outra forma... você sabe quando um filho nasce morto... então essa instalação de uma CPI com uma empresa que a concessão não é municipal, já nasce morto...", disse Raulzinho.

Em contrapartida, o vereador do PT, Sassá da Construção Civil, argumentou que os vereadores são "autoridades" constituídas pelo povo de Manaus e que, "cada vereador aqui tem a sua importância, nós somos autoridades e temos que usar nosso poder em favor do povo..." "Vereador Raulzinho, se a CPI não vale nada... nós vamos fazer nossa parte, vamos cobrar... se nós se unir, os 41 vereadores, a gente consegue sim...", disse indignado.



Veja os nomes dos vereadores que assinaram em post do vereador Rodrigo Guedes

Com 21 assinaturas já está protocolado requerimento para criação da CPI da Amazonas Energia! Vamos a luta por justiça!!!

Publicado por Rodrigo Guedes II em Sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021


Postar um comentário

0 Comentários