Marta vai às lágrimas com surpresa em coletiva da Seleção Feminina

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Marta vai às lágrimas com surpresa em coletiva da Seleção Feminina



O dia 19 de fevereiro é também conhecido no Brasil como o Dia da Rainha. Nesta sexta-feira (19), a maior referência do futebol feminino mundial, Marta, completou 35 anos. Como ela gosta, o dia foi de futebol e trabalho visando o duelo contra os Estados Unidos, pela segunda rodada do Torneio She Believes, no domingo (21), às 17h (Horário de Brasília).

Na data que comemora o seu aniversário, a camisa 10 do Brasil participou da coletiva de imprensa e conversou com os jornalistas. No entanto, a entrevista não aconteceu como o habitual, ao final, a Rainha do Futebol foi surpreendida com vídeos da mãe, Tereza da Silva, e da madrinha, Riso Lira, e claro, não segurou a emoção.

"Parabéns, minha filha, neste dia especial! Que Deus lhe abençoe e nos próximos jogos você tenha sorte. Você é muito especial e eu te amo muito, de coração! Quero que você seja feliz! E que esta data se repita por muitos anos", desejou a mãe.

"Feliz aniversário e tudo de melhor, Marta! É difícil falar com você, porque você é muito especial. Você chegou na minha vida para nunca mais sair. Você é a filha que eu não tive e eu desejo a você o melhor! Você nunca vai sair da minha vida", também celebrou a madrinha bastante emocionada.

Os vídeos especiais tocaram o coração de Marta. A emoção foi inevitável e a Rainha, com os olhos lacrimejando, demonstrou toda a sua felicidade pelo carinho e pela surpresa recebida. Pela primeira vez, em dezoito anos de Seleção Brasileira, a atacante comemora o aniversário em período de convocação.



"A minha mãe é o amor da minha vida! A minha madrinha se tornou a minha segunda mãe, sem dúvidas. Ela me ajuda muito, é a minha conselheira, com certeza é um amor para toda a vida. Amo vocês e obrigada pela linda homenagem! Esse povo de Alagoas chora", respondeu Marta com felicidade.

Além das homenagens, Marta também aproveitou para falar de suas expectativas para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Com duas medalhas de prata, em Atenas 2004 e Pequim 2008, a atacante não escondeu o desejo de estar na equipe de Pia Sundhage, na busca da tão sonhada medalha de ouro.

"Eu aprendo todos os dias nos treinos, na convivência com as atletas, com a comissão técnica, e a Pia cobra muito isso. Para ela não importa a sua idade, ela enxerga o potencial e trabalha para melhorar a equipe dentro e fora de campo. A Pia está fazendo isto muito bem, trazendo atletas que nunca estiveram aqui, outras que ainda vão ter oportunidades. São nestes grandes jogos que nós vamos lapidando as atletas. É importante sentir o clima de jogar contra equipes fortes, e as meninas vão ter essa oportunidade", declarou a camisa 10.

Fora dos gramados, Marta é uma referência quando se trata da luta pela igualdade de gênero e pelo crescimento do futebol feminino. Questionada sobre este papel, a camisa 10 destacou as evoluções que já vê neste papel de protagonista.

"É um grande passo que nós estamos dando e muito está acontecendo no futebol feminino, em termos de visibilidade também. Com muita alegria que acompanhamos este crescimento e, a cada dia que passa, as mulheres de outros esportes estão dando este apoio. Eu sempre fui muito de seguir o meu instinto e é assim que eu defendo todas as causas, as que não atingem o próximo e que não fazem mal a ninguém", concluiu a rainha.

Fotos: Leto Ribas/CBF
Fonte: CBF

Postar um comentário

0 Comentários