PREVENÇÃO À COVID-19 - Vacinação será ampliada a novos grupos de trabalhadores da saúde

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

PREVENÇÃO À COVID-19 - Vacinação será ampliada a novos grupos de trabalhadores da saúde



A Prefeitura de Manaus inicia nesta terça-feira, 2/2, a vacinação de novos grupos de trabalhadores da saúde contra a Covid-19. A ampliação da população-alvo nesta Fase 1 da campanha, iniciada em 19/1, é fruto de uma decisão conjunta das secretarias de Saúde do Município (Semsa) e do Estado (SES-AM) e vai permitir que três novos grupos prioritários tenham acesso à vacina a partir de agora.

De acordo com os critérios de priorização definidos pelos dois órgãos e descritos na Nota Informativa nº 05/2021 (Dipre/FVS-AM) terão direito à vacina na etapa atual da campanha os trabalhadores que atuam em unidade de internação hospitalar adulta e pediátrica de hospitais, fundações e maternidades; em Unidades Básicas de Atendimento (UBS) preferenciais para Covid-19; nos serviços de remoção terrestre, aérea e fluvial de pacientes; no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); na coleta, manipulação e processamento de material biológico relativo à Covid-19; as equipes de vacinadores e investigação epidemiológica de campo (Grupo Prioritário 1).

Além desses, serão contemplados os trabalhadores de saúde das clínicas radiológicas (que realizam tomografia, radiografia e ultrassonografia); os de serviços de terapia renal e serviços oncológicos; as equipes de fiscalização sanitária; os intermediadores entre a gestão e a assistência; e os que que atuam nas Redes de Atenção Psicossocial, incluindo os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), os Centros de Reabilitação de Dependência Química (CRDQ) e o Centro Psiquiátrico Eduardo Ribeiro (Cper), que representam o Grupo Prioritário 2.

Também terão direito à imunização, na fase atual da campanha, os trabalhadores das Unidades Básicas de Saúde (UBSs); da Rede de Reabilitação Ambulatorial para Covid-19; dos Centros de Atenção Integral à Criança (Caics) e Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimis); das policlínicas e fundações (ambulatório) e da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), pertencentes ao Grupo Prioritário 3.

Os trabalhadores que se enquadram nos três grupos prioritários podem se dirigir a um dos sete pontos fixos de vacinação localizados no Complexo de Treinamento de Direção Veicular do Detran-AM, zona Norte; estacionamento da Universidade Paulista (Unip), na zona Centro-Sul; Clube do Trabalhador Sesi, zona Leste; balneário do Sesc, zona Oeste; shopping Phelippe Daou, zonas Norte e Leste; e Centro Cultural dos Povos da Amazônia (antiga bola da Suframa), na zona Sul, onde já está sendo realizada a campanha de vacinação dos idosos. Além desses, um ponto fixo estará funcionando no Hospital Beneficente Português, na avenida Joaquim Nabuco, Centro. Todos os pontos de vacinação funcionam das 9h às 16h.

Para receber a vacina, o profissional de saúde deve estar contemplado nas listas de trabalhadores previamente elaboradas pela SES-AM e pela Semsa, para conferência nos postos de vacinação. Além disso, devem apresentar documento de identidade com foto, CPF e contracheque, para comprovação de vínculo com a unidade de saúde, sendo que aqueles que não estiverem com o nome na relação devem preencher uma autodeclaração de pertencimento a um dos grupos prioritários abrangidos nesta etapa da vacinação.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, explica que a ampliação vai contemplar, na fase seguinte, mais dois grupos prioritários (4 e 5, de acordo com a decisão conjunta), dos quais fazem parte as clínicas privadas e os profissionais de saúde das farmácias e drogarias (Grupo 4), e o complexo regulador e as sedes administrativas das secretarias de Saúde municipal e estadual (Grupo 5). Segundo ela, o período de atendimento desses dois últimos grupos será definido após a conclusão dos grupos atuais.

Estimativas
A população estimada dos cinco grupos é de 56,6 mil trabalhadores da saúde, sendo que o Grupo 1 responde por 67% do total (37.653 pessoas), o Grupo 2 por 2% (1.181 pessoas) e o Grupo 3 por 14% do total (8.160 pessoas). No Grupo 4 estão outros 14% (8.054) do total dos trabalhadores de saúde de Manaus e no Grupo 5, 3% do total (1.570 pessoas).

De acordo com a secretária, a ampliação da vacinação para alcançar novos grupos de trabalhadores, nas duas etapas (primeiro os Grupos 1, 2 e 3 e a seguir os Grupos 4 e 5) levou em conta os riscos de exposição à contaminação pelo novo coronavírus e a disponibilidade de doses de vacina, de acordo com as remessas do Ministério da Saúde destinadas ao município, já recebidas e a receber. Além das 40.072 doses iniciais, recebidas no dia 18/1, foram garantidas, da mesma remessa, mais 5.442 doses, e outras 8.279 incluídas em uma segunda remessa. Além dessas, o município recebeu, juntamente com as 50,4 mil doses para os idosos, 20,2 mil destinadas aos profissionais da saúde e deve receber, em breve, mais 30 mil doses, segundo informações do Ministério da Saúde.

Postar um comentário

0 Comentários