Conecte-se Conosco

Amazonas

Polícia Militar disponibiliza novos testes rápidos de antígeno para detecção precoce da Covid-19

Publicado

em


A Polícia Militar do Amazonas (PMAM), no intuito de prevenir e preservar a saúde do policial militar, continua disponibilizando, por meio da sua Diretoria de Saúde (DS), a testagem para detecção da Covid-19 a seu efetivo policial militar e seus dependentes. O serviço recebeu reforço nesta semana com novos testes de antígeno por swab, para a detecção da doença, que possuem mais rapidez e eficiência no diagnóstico clínico. O serviço está disponível na Policlínica da Polícia Militar (HPM), localizado no complexo do Comando Geral da corporação, no bairro Petrópolis, zona sul da capital.

A chefe da Seção de Farmácia e Laboratório da unidade hospitalar militar, farmacêutica-bioquímica, capitã PM Andressa Lopes, destaca que a testagem dos militares, que estão de forma constante na linha de frente, a exemplo dos profissionais da área de saúde, é extremamente importante para a emissão de um diagnóstico precoce, realização de tratamento, além de afastamento do posto de trabalho e adoção do isolamento domiciliar, de forma a prevenir o contágio de outras pessoas, conforme orientação dos organismos de saúde.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Ayrton Norte, ressaltou o empenho da PMAM em proporcionar aos policiais o melhor suporte para o enfrentamento da pandemia. “Prezamos pela vida de nossos militares e de seus dependentes e, dentro de nossas possibilidades, faremos o que for necessário para melhorar cada vez mais esses atendimentos, que farão toda a diferença na preservação de suas vidas”, afirmou.

Testes – Conforme explica a capitã Andressa, o HPM recebeu recentemente 5 mil novos testes rápidos de antígeno para a detecção da Covid-19. Os exames proporcionam uma análise precoce da doença, possibilitando identificar o vírus com apenas dois dias de sintomas.

“O diferencial desse novo teste de antígeno, recebido nesta semana, é que ele proporciona uma detecção mais rápida, em um tempo menor, para saber se o policial está ou não infectado. O paciente que estiver com apenas dois dias de sintomas já pode realizar esse teste e não esperar por 10 dias, como no teste antigo de anticorpos, que continua sendo disponibilizado rotineiramente. Essa é a diferença, por ele ser um método direto, em razão de pesquisar o antígeno do vírus que está na nasofaringe do paciente e ter melhor eficácia”, explicou Andressa.

Treinamento – Na última sexta-feira (26/02), foi realizado um treinamento para a realização dos exames, com a participação de 16 profissionais de saúde da corporação, entre farmacêuticos, enfermeiros e técnicos de laboratório, e também dos alunos soldados. Em mais de duas horas de capacitação, foram repassados conhecimentos práticos e teóricos, tendo os profissionais de saúde realizado os testes para assimilação da técnica, uma vez que é uma coleta diferenciada, feita na narina do paciente, e não mais de sangue do dedo.

Conforme o diretor de Saúde da corporação, coronel PM Ken Fujimoto, desde o início da pandemia, a DS tem atuado para a preservação do quadro de saúde perfeita de seu efetivo policial em todo o estado do Amazonas, realizando desde então milhares de testes rápidos em policiais militares e seus dependentes.

Além disso, o diretor de saúde ressalta que, quando diagnosticado com o vírus da Covid-19, o policial ou dependente é encaminhado para atendimento médico, e após a avaliação, recebe toda a assistência, conforme a determinação do Alto Comando e seguindo os protocolos estabelecidos pelos organismos de saúde quanto à doença pandêmica, antes, durante e após o contágio.

“Agora estamos implementando em nossos serviços ao policial militar os testes rápidos de antígeno, mais eficientes no diagnóstico clínico, que também serão enviados às unidades militares do interior do estado, com o objetivo de prestarmos cada vez mais serviços em saúde”, destacou o diretor de saúde.

Serviço – Os novos testes com antígeno estão disponíveis no laboratório do HPM aos policiais militares e seus dependentes, podendo ser realizados por meio de agendamento na própria policlínica, sendo necessária a apresentação da requisição médica, de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 10h30, após consulta com médico. O público-alvo são pacientes que apresentem sintomas entre dois e sete dias, especificamente.

Fonte: Governo AM

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *