Conecte-se Conosco

Amazonas

Seap realiza programação de beleza com internos LGBTQIA+ do sistema prisional

Publicado

em


A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio do Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc), realizou, nesta quinta-feira (11/03), o último dia da programação de beleza voltada aos internos autodeclarados LGBTQIA+ dentro do sistema prisional.

A programação é fruto de uma parceria com as empresas cogestoras e teve início na última terça-feira (09/03). O encerramento ocorreu no Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF) e no Centro Feminino de Educação e Capacitação (Cefec).

Os internos foram assistidos por seis reeducandas das unidades femininas, que puderam colocar em prática seus conhecimentos em beleza obtidos nos cursos de capacitação ofertados dentro do sistema prisional.

Ao todo, participaram deste último evento, 26 internos do grupo LGBTQIA+. Eles foram contemplados com serviços de escova, hidratação, corte de cabelo, design de sobrancelhas, maquiagem, limpeza de pele e massagem corporal.

Para a chefe do Deresc e representante estadual de políticas públicas para as mulheres e grupos específicos do sistema prisional, Keyla Prado, esse é um momento de valorização dos internos LGBTQIA+.

“Esse é um momento único em que eles vão poder trabalhar a sua motivação diária, a autovalorização e a autoestima. Essa é uma maneira que nós criamos de mostrar para esses internos que eles são importantes, tanto para nós quanto para seus familiares e que eles, ao voltarem para a sociedade, estarão totalmente ressocializados e prontos para iniciar uma nova vida”, disse.

O diretor do Cefec, capitão Paulo Sérgio Cordeiro, pontua que “o objetivo dessa ação foi promover a diversidade de gênero e ofertar uma oportunidade ao grupo LGBTQIA+ do sistema prisional de ter um dia de acolhimento e fortalecimento de sua autoestima. A gente espera que com isso, esses reeducandos se sintam amparados e valorizados pelo estado e possam acreditar em um futuro melhor para eles”.

O interno Pedro (nome fictício) estava feliz com a ação. Ele disse que ela aumenta a sua vontade de viver. “A programação foi ótima, ela contribui muito para a valorização da gente como pessoa, faz com que eu me sinta mais vivo e ainda e aumenta nossa autoestima” declarou.

Fonte: Governo AM

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *