Água no ouvido? Saiba como tirá-la e evitar infecções

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Água no ouvido? Saiba como tirá-la e evitar infecções



Quem nunca passou pelo desconforto de ir à piscina ou praia e, por alguma razão, ficar com água no ouvido? Essa sensação, além de desagradável, também pode evoluir e se tornar uma infecção no ouvido, a famosa otite.

De acordo com o médico otorrinolaringologista, Márcio César da Silva, é necessário ter todo cuidado ao tentar retirar água do ouvido, pois nem todos os métodos para remover essa água residual são seguros. É fundamental fazer isso com cautela, sem expor o canal auditivo a lesões.

Pessoas que já possuem qualquer problema no tímpano ou em qualquer parte do ouvido, e até mesmo predisposição às infecções de ouvido, devem redobrar os cuidados.

O médico explica que uma maneira “caseira” que costuma resolver o problema com eficácia e que não traz prejuízos ao ouvido, é colocar a palma da mão sobre o ouvido afetado e exercer uma leve pressão para criar uma espécie de vazio que ajude a água a descer pelo conduto auditivo. É muito importante que na hora de fazer esse movimento, a cabeça esteja inclinada para o lado onde o vácuo será feito.

Ele disse ainda que deitar de lado sobre o ouvido afetado pode ajudar, pois a gravidade ajuda a repulsar a água que está presa. Usar um chumaço de algodão e colocá-lo na entrada do ouvido, não mais que isso, ajuda, pois o algodão ajuda a absorver a água que está incomodando e pode vir a prejudicar.

O médico também fez explica o que não devemos usar para tentar desentupir os ouvidos. “Costumo dizer que não devemos colocar nenhum objeto no ouvido com a intenção de desentupi-lo, nem mesmo os cotonetes. Eles podem trazer prejuízos ainda maiores, provocando irritações, empurrando a cera mais para dentro e aumentando o risco de infecções”, disse.

O desconforto associado à água no ouvido, geralmente, melhora em questão de horas, porém se o sintoma persistir, for recorrente ou ocorrer simultaneamente com outros desconfortos, pode significar acúmulo de cerume e é fundamental consultar otorrinolaringologista para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado. A persistência de unidade prolongada no conduto auditivo pode predispor a infecções.

Fonte: Folha Vitória

Postar um comentário

0 Comentários