Emenda destinada por João Luiz garante oxigênio para Humaitá

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Emenda destinada por João Luiz garante oxigênio para Humaitá



Adquirida com recursos da ordem de R$ 1 milhão destinados pelos deputados João Luiz (Republicanos) e Felipe Souza (Patriota), por meio de emenda conjunta, a usina de oxigênio do Hospital Regional Dra. Luiza da Conceição Fernandes de Humaitá irá começar a operar nesta quarta-feira (10). O equipamento chegou ao município no último sábado (6) e já está em fase final de instalação.

Durante pronunciamento na manhã desta terça-feira (9), o deputado João Luiz destacou que a usina de oxigênio de Humaitá, única do Estado comprada com verbas de emenda parlamentar, tem capacidade para produção de 5.3 metros cúbicos de oxigênio, por hora.

A aquisição de equipamentos modernos, na avaliação do Republicano, é imprescindível para este momento de pandemia e deixará um importante legado para a saúde do município e cidades adjacentes.

“A usina irá permitir a produção de oxigênio na unidade de saúde, garantindo o abastecimento ininterrupto. Além disso, vai assegurar uma assistência mais eficaz aos pacientes de Covid-19. É um equipamento extremamente essencial para salvar vidas tanto do município quanto de cidades adjacentes, uma vez que Humaitá é cidade-polo da região”, destacou João Luiz.

A previsão é de que a usina de oxigênio entre em operação a partir de amanhã (quarta-feira), uma vez que os profissionais que irão manuseá-la já passaram por treinamento e estão aptos para operá-la.

Tomógrafo

Além da usina de oxigênio, os deputados João Luiz e Felipe Souza destinaram ainda, por meio de emendas parlamentares, R$ 1 milhão para a aquisição de um tomógrafo para o Hospital Regional de Humaitá.
 
Na avaliação de João Luiz, a aquisição desse aparelhamento irá fortalecer e reforçar o atendimento médico da unidade hospitalar neste período de pandemia da Covid -19.

O parlamentar destacou, ainda, a transferência de R$ 350 mil para o Fundo Municipal de Saúde de Humaitá. Deste total, R$ 200 mil serão aplicados na manutenção preventiva do tomógrafo e R$ 150 na compra de insumos e medicamentos.


Texto: Jeane Glay
Foto: Mauro Smith


Postar um comentário

0 Comentários