PT e PSDB estão dispostos a se unir para derrotar Bolsonaro

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

PT e PSDB estão dispostos a se unir para derrotar Bolsonaro



O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) disse durante entrevista ao jornal o Estado de S. Paulo, publicada nesta segunda-feira (22) que não vê problemas em dialogar com Lula para derrotar o presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2022.
“Da minha parte estou aberto a conversar. É necessário. Na minha concepção, é preciso definir quem é o inimigo principal. Se é o Bolsonaro, como a gente ganha dele? E ganhar para fazer o quê? Essas são as duas questões postas”, disse o tucano ao jornal.

A esquerda quer usar pandemia para abrir o diálogo. Apontado como um dos “presidenciáveis” do PT antes de o ex-presidente Lula restabelecer seus direitos políticos, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), trabalha agora para que o partido estabeleça diálogos com os partidos de centro para a disputa presidencial de 2022 e prega a aproximação com o PSDB. Alinhado com Wellington Dias, Costa quer abrir um canal de diálogo de Lula até com Doria.

“A aproximação entre PT e PSDB enfrenta resistência da parte “governista” da bancada tucana na Câmara, que é liderada pelo deputado Aécio Neves (MG), mas o diálogo entre deputados dos dois partidos nunca foi tão intenso. “É a primeira vez que temos esse diálogo tão fluido. O objetivo é barrar a escalada autoritária. Precisamos de todos os esforços para impedir a violência que o Bolsonaro tem praticado”, disse o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) ao Estadão.


Fonte: Gazeta Brasil

Postar um comentário

0 Comentários