Conecte-se Conosco

Amazonas

‘Quem participa de aglomerações comete homicídio doloso’, diz vereador

Publicado

em

O vereador Everton Assis (PSL) usou o seu discurso no Pequeno Expediente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), nesta segunda-feira, 12, para fazer duras críticas às pessoas que se aglomeram na capital amazonense. Para ele, quem está em aglomeração durante a pandemia comete homicídio doloso.

“Essas pessoas que estão aglomerando gastam o dinheiro do Auxílio Manauara e do Auxílio Emergencial no bar. Esse dinheiro é para passar essa fase difícil que estamos vivendo”, ponderou Assis. “Eu não sou operador do direito, mas entendo que, quando você tem esse tipo de prática, é homicídio doloso e, então, está assumindo o risco de matar”, analisou Assis.

O discurso do parlamentar foi baseado na grande quantidade registrada de pessoas na Praça do Eldorado, na noite do último sábado, 10. O fato chamou a atenção de autoridades e da população em geral, levando o governador do Estado, Wilson Lima, a fechar os estabelecimentos da área por 15 dias.

O parlamentar comentou que, em tempos de crises, a população tende a culpar prefeito, governador e parlamentares, mas que não faz a sua parte. Ele também classificou como “hipócrita” quem participa de festas e aglomerações.

“É lamentável que toda semana temos colegas que subam nessa tribuna para relatar sobre festas clandestinas. Estamos fazendo a nossa parte. Mas cadê o comportamento e a responsabilidade social?”, questionou o vereador ao explicar que todos os cidadãos possuem deveres, direitos e obrigações que devem ser cumpridas.

Everton Assis finalizou o discurso falando que concorda com a aplicação de multas para quem organiza e participa de festas clandestinas.

Priscila Rosas, para O Poder

Foto: Robervaldo Rocha/CMM