Bolsonaro dá mais um recado sobre o papel do exército: 'se precisar irá para as ruas para restabelecer o artigo 5º da Constituição'

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Bolsonaro dá mais um recado sobre o papel do exército: 'se precisar irá para as ruas para restabelecer o artigo 5º da Constituição'


Após dizer em sua tradicional live, na noite de quinta-feira (22), que o “Exército não iria para a rua manter o povo dentro de casa”, o presidente Jair Bolsonaro ampliou o discurso e foi ainda mais enfático, durante entrevista para o apresentador Sikêra Júnior, em visita oficial ao estado do Amazonas, nesta sexta-feira (23): “O nosso Exército, se precisar, iremos para as ruas não para manter o povo dentro de casa, mas para restabelecer todo o artigo 5º da Constituição. E se eu decretar isso vai ser cumprido esse decreto. As Forças Armadas podem ir para a rua sim, para fazer valer o artigo 5º, o direito de ir e vir, direito ao trabalho, liberdade religiosa, de culto, para cumprir tudo aquilo que está sendo descumprido por parte de alguns governadores, prefeitos.”

Bolsonaro, que defendeu o isolamento vertical durante toda a pandemia, como forma de proteção aos vulneráveis e a garantia da continuidade do funcionamento do país, preservando a economia, as empresas e os empregos, voltou a dizer que o caos só não bateu à porta dos brasileiros graças ao auxílio emergencial de R$ 600,00, mas que agora não é mais possível manter o benefício nos mesmos moldes de 2020, por causa do endividamento da máquina pública.

O presidente finalizou reforçando que há um plano em caso de problemas com as políticas de quarentena: “Estou junto com os 23 ministros, da Damares ao Braga Netto, praticamente conversado sobre isso daí: o que fazer se um caos generalizado se implantar no Brasil. Pela fome, pela maneira covarde que alguns querem impor essas medidas restritivas para o povo ficar dentro de casa. O caldo não entornou ano passado em função do auxílio emergencial.”

Aí está a resposta aos esquerdopatas que pensavam que Jair Bolsonaro havia recuado em suas ações de defesa do povo, ou ainda se curvado aos insistentes ataques da grande mídia e dos demais poderes.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Postar um comentário

0 Comentários