Construtor do viaduto diz que decisão de David Almeida é política: 'está querendo questionar, então vamos lá, pega uma vistoria independente...'

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Construtor do viaduto diz que decisão de David Almeida é política: 'está querendo questionar, então vamos lá, pega uma vistoria independente...'



Em entrevista ao portal Radar Amazônico, o engenheiro José Nasser, proprietário das construtoras Soma e J. Nasser, responsável pela construção do Viaduto do Manoa (Complexo Viário Isabel Victoria), localizado na avenida Max Teixeira, no bairro Cidade Nova, desafiou o prefeito David Almeida (Avante) a contratar empresas independentes para vistoriar a obra.

“Está querendo questionar, então vamos lá, pega uma vistoria independente, traz dos Estados Unidos, da Inglaterra, seja de onde eles quiserem trazer, agora dizer por dizer que tem problemas sérios! Não se pode fazer isso. A J. Nasser Engenharia tem 42 anos de existência e não fez só um viaduto não! Quase todos os viadutos de Manaus foram feitos por nós, direta ou indiretamente! Nós temos engenheiros especializados nesse tipo de obra, nossa equipe é especializada, nós temos até fábrica e pré-moldados. A Soma é outra empresa que está há mais de 40 anos no mercado e que faz parte do consórcio”, disse Nasser.

O engenheiro afirmou que o viaduto é “tecnicamente perfeito” e que se o problema do prefeito é político, não vai entrar no mérito porque não é político. Nasser disse ainda que " a engenharia não pode ficar absorvendo problema político".

Para Nasser, “a prefeitura tem que apontar onde estão os defeitos, em que pilar, em que parte da estrutura do viaduto, porque isso é engenharia, engenharia é matemática, é ciência exata, então não tem de ficar nada no ar, tem que definir com exatidão onde está o problema, matematicamente”

O renomado engenheiro ainda lançou outro desafio: “deixa rodar, vamos ver se tem problema, se cai, se racha, vamos ser se a população não aprova. E isso foi feito durante todo um dia”.

“No dia dos testes, o trânsito fluiu normalmente, passou carreta, ônibus, todo tipo de carro e a população ficou satisfeita. Infelizmente, parece que eles não querem ver”, disse Nasser.


Com informações do portal Radar Amazônico

Postar um comentário

0 Comentários