Super Tech Week oferece palestras gratuitas e apresentação de projetos de ciência e tecnologia

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Super Tech Week oferece palestras gratuitas e apresentação de projetos de ciência e tecnologia



Com objetivo de mobilizar jovens em torno da ciência e tecnologia, o projeto SUPER, uma parceria entre a Samsung e a Universidade Federal do Amazonas (UFAM), realizará entre os dias 11 e 14 de maio, o Super Tech Week, evento virtual voltado para estudantes do ensino médio e superior interessados em saber mais sobre a área e conhecer as atividades de pesquisa e inovação desenvolvidas no âmbito do projeto. A programação é aberta ao público e será transmitida pelo YouTube.

As inscrições para o evento começarão no dia 14 deste mês, através do site: super.ufam.edu.br. Apenas os participantes inscritos receberão certificado.

O SUPER é um projeto que visa estimular a capacitação e a pesquisa em nove cursos de graduação da UFAM: Ciência da Computação, Engenharia Elétrica (Eletrônica, Telecomunicações e Eletrotécnica), Engenharia da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia de Software, Engenharia de Produção e Design.

A iniciativa, lançada em abril do ano passado, oferece aos estudantes oportunidades de qualificação e aperfeiçoamento, com a proposta de reduzir‌ ‌a‌ ‌taxa‌ ‌de‌ ‌evasão e melhorar‌ ‌a‌ ‌estrutura‌ ‌dos‌ ‌cursos‌ ‌de‌ ‌graduação‌ ‌envolvidos. Esse reforço na formação também visa o atendimento da forte demanda por profissionais capacitados para desenvolvimento e inovação em Informática e Engenharia na região, particularmente para os institutos de pesquisa e desenvolvimento que estão amparados pela Lei de Informática, além das empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) e startups.

Segundo a coordenadora geral do projeto, professora Tanara Lauschner, a iniciativa ainda oferece bolsas de estudos e capacitações em competências socioemocionais para que os discentes consigam superar as dificuldades acadêmicas e sociais, e se preparar para os desafios do mercado de trabalho. “O SUPER é um projeto de extrema importância para a Universidade Federal do Amazonas, porque possui objetivos que se alinham com a própria missão da universidade, que é, primeiro, formar pessoas e melhorar essa capacitação, fazendo com que um número menor de alunos e alunas desistam de seus cursos e que tenham uma formação mais voltada para as necessidades atuais do mercado de trabalho”, destaca.

Durante a Super Tech Week, os estudantes compartilharão com o público os resultados do primeiro ano de atividades do SUPER, apresentando, ao todo, 113 projetos. São pesquisas e inovações nos campos da saúde, indústria, educação, Internet das Coisas (IoT), meio ambiente e sustentabilidade, e outras.

Entre os projetos, estão soluções para o monitoramento remoto da qualidade da água, diagnóstico não invasivo de diabetes, predição de casos de Covid-19 a partir de imagens de raio-x, rastreamento de veículos usando rede de longa distância, otimização e localização de postos de pronto atendimento emergencial em Manaus, e até um protótipo de tomada inteligente para monitoramento de energia elétrica residencial.

Outros temas que foram alvo de estudos são os impactos da pandemia do novo coronavírus no consumo de energia na capital, o desenvolvimento de jogos digitais como auxílio educacional para crianças em fase de letramento e a qualidade em serviços na área da saúde no Brasil com ênfase em Manaus e Região Metropolitana.

Além da apresentação de projetos, a Super Tech Week terá palestras com especialistas, atividades lúdicas e recreativas, e espaço para que os estudantes do ensino médio que estão no processo de escolha da profissão possam conhecer mais sobre os cursos de graduação disponíveis em áreas tecnológicas.

“Nós pretendemos envolver os futuros alunos da universidade, mostrando todas essas coisas legais e interessantes que estão sendo feitas na UFAM para que mais estudantes se interessem pela área tecnológica. Hoje, existe um déficit muito grande de profissionais formados nessa área e o projeto SUPER visa diminuir esse déficit através de diversas ações”, conclui a coordenadora.


Postar um comentário

0 Comentários