Câmara de Manaus aprova em regime de urgência criação de 'Auxílio Operação Cheia 2021'

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Câmara de Manaus aprova em regime de urgência criação de 'Auxílio Operação Cheia 2021'



A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou nesta segunda-feira (17/5) por unanimidade a criação do “Auxílio Operação Cheia 2021”, que concederá as famílias atingidas pela cheia do Rio Negro, o valor de R$ 200 por dois meses.

O Projeto de Lei (PL), que tramitou em regime de urgência, deve beneficiar até cinco mil famílias em situação de vulnerabilidade social, e é uma solução habitacional que vem sendo adotada desde 2012, como explicou o líder do prefeito na CMM, vereador Marcelo Serafim (PSB). “É quase impossível encontrar um aluguel de R$ 300, valor pago atualmente através do Auxílio Aluguel, e por isso, o prefeito David Almeida muito atento, decidiu conceder esse benefício para somar e ajudar aqueles que perderam suas casas durante a subida das águas”, explicou.

De acordo com o projeto, o benefício será dado aqueles que perderam seus imóveis totalmente ou parcialmente pela cheia, que tenham renda familiar de até um salário mínimo e que se encontram em condição de extrema fragilidade social.

O pagamento será feito por meio de cartão magnético e com recursos do Fundo Manaus Solidária, o que custará aos cofres públicos R$ 3 milhões de reais.

O presidente da CMM, vereador David Reis (Avante) agradeceu o empenho dos vereadores em aprovar a proposta o mais rápido possível, para que as famílias tenham acesso ao auxílio o mais rápido possível.

“Isso é fruto de uma sinergia muito produtiva, mostrando uma Câmara comprometida e que atende a população. A aprovação desse projeto tinha que acontecer o mais rápido possível, visto que o Rio Negro não para de subir, e esta Casa Parlamentar entendeu a situação”, enfatizou David Reis.

O nível do Rio Negro alcançou nesta segunda-feira a terceira maior cota da história, de 29,72 metros, desde o início dos registros em 1902.


Texto: Tiago Ferreira – Dircom/CMM
Foto: Robervaldo Rocha – Dircom/CMM


Postar um comentário

0 Comentários