Contra mais uma Fake News, Chico Preto sai em defesa de Bolsonaro: 'não ameaçou a Zona Franca'

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Contra mais uma Fake News, Chico Preto sai em defesa de Bolsonaro: 'não ameaçou a Zona Franca'



O ex-vereador e candidato a prefeito de Manaus, Chico Preto, saiu em defesa de Jair Bolsonaro (sem partido) após opositores e parte da mídia acusar o presidente da República de ameaçar a Zona Franca de Manaus (ZFM) durante live nesta quinta-feira (20).

Na ocasião, Bolsonaro, citou o nome dos senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Eduardo Braga (MDB-AM), ambos integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPIO) da Covid no Senado, ao indagar como seria o Amazonas sem a existência do Polo Industrial de Manaus.

“Propositalmente pegaram trecho da live para criar uma narrativa de que o presidente Bolsonaro ameaçou a Zona Franca. Não é verdade. Ele cita a Zona Franca com uma das realizações do governo Médici, ao lado da Embrapa e da Ponte Rio Niterói. A seguir indaga: o que seria do Amazonas sem a Zona Franca? Não houve ameaça. Houve desinformação ou má-fé de quem descontextualiza a afirmação feita pelo presidente”, afirmou.

Entenda o caso

Durante live semanal nas redes sociais, Bolsonaro falou sobre realizações durante o Regime Militar, como a construção da Ponte Rio Niterói e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e citou a Zona Franca de Manaus indagando os senadores do Amazonas sobre importância do modelo para a economia local.

“Criticam o tempo todo. É ditadura, não sei o que. Começou com Médici a Embrapa, a Ponte Rio Niterói, a Zona Franca de Manaus. Imagine Manaus sem a Zona Franca? Ei senador Aziz, você que fala tanto aí na CPI. Senador Eduardo Braga, imagine aí o estado ou Manaus sem a Zona Franca de Manaus?”, disse.

Postar um comentário

0 Comentários