Conecte-se Conosco

Coronavírus

Dois estados do Norte voltam a subir as mortes pela Covid e taxa de transmissão sobe 1.13 no Brasil

Publicado

em

Após dias de quedas sucessivas nas mortes pela Covid-19, Rondônia voltou a ter crescimento de mortes em 69% e Roraima 91%. O Estado de Roraima é o campeão da Região Norte em aumento de mortes, seguidos do Paraná, Rondônia, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraíba. Amapá manteve-se em estabilidade comparando as últimas 72 horas.

O total de óbitos chegou a 502.817. Além disso, 43.413 mil novos diagnósticos foram feitos nas últimas 24 horas, totalizando 17.969.806 casos da doença.

A média móvel ficou em 2.059. Já é o sexto dia seguido acima de 2.000. O índice de hoje é 20% maior do que o de 14 dias atrás, o que representa tendência de aceleração.

A taxa de transmissão (Rt) da covid-19 no Brasil apresentou alta nesta semana e está em 1,13, segundo dados divulgados pelo Imperial College de Londres. Isso significa dizer que 100 pessoas infectadas com o vírus contaminam outras 113. Na semana passada, o Rt do Brasil estava em 1,07.

A taxa deve estar abaixo de 1 para que a pandemia seja considerada controlada.

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou nesta segunda-feira, 21, a 64.436 634, o equivalente a 30,43% da população total. Entre a noite de domingo e a noite de segunda-feira, 1.249.278 pessoas receberam a primeira dose da vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

No total, 24.390.876 brasileiros receberam a dose de reforço contra a doença, o equivalente a 11,52% da população do país.

Em termos proporcionais, o Mato Grosso do Sul é o Estado que mais vacinou sua população até aqui: 38,35% dos habitantes receberam ao menos a primeira dose. A porcentagem mais baixa é encontrada no Amapá, onde apenas 19,63% receberam a vacina. Em números absolutos, o maior número de vacinados com a primeira dose está em São Paulo (16,05 milhões), seguido por Minas Gerais (6,38 milhões) e Bahia (4,43 milhões).

O Brasil está em 67º no ranking global de aplicação de doses da vacina contra Covid-19 de acordo com o Painel Internacional da Vacinação.