Conecte-se Conosco

Política

Deputada Therezinha Ruiz manifesta repúdio aos crimes de feminicídio

Publicado

em

Manifestando indignação com os recorrentes crimes de feminicídio em Manaus, a deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB), apelou às autoridades policiais para que aprofundem a investigação sobre o caso da servidora da Semed, Rosiane Ferreira Barros, encontrada morta nas matas do bairro Puraquequara (Zona Leste), na sexta-feira (2), com suspeita de estupro.

Presidente da Comissão da Mulher, do Idoso e da Família, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Therezinha Ruiz considerou revoltante e perversa a morte de Rosiane Barros, que ela conheceu profissionalmente, como servidora proativa que sempre procurou ajudar as pessoas da sua comunidade.

“Em uma semana duas mulheres foram assassinadas. Pedimos socorro, apoio e proteção para todas as mulheres que trabalham, são donas de casa, ajudam suas famílias e não é justo que sejam vítimas de crimes brutais”, repudiou a deputada, lembrando também da morte de Aila Maria da Silva, esfaqueada pelo marido.

Therezinha Ruiz declarou solidariedade à família de Rosiane Barros, ressaltando ainda que uma pessoa que também sofreu agressões e se encontra internada num hospital, poderá contribuir para elucidar o caso.

Na avaliação da deputada, as mulheres ameaçadas de violência precisam ser encorajadas para denunciar os agressores, evitando a situação extrema da ocorrência de assassinato. “Elas devem registrar o boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher, onde é solicitada da Justiça a medida protetiva”, observou Therezinha Ruiz.

Prevenção à violência contra a mulher

Tendo em vista os números alarmantes de casos de agressões contra a mulher, que colocam o Amazonas em terceiro lugar na ocorrência de violência doméstica e familiar, a deputada Therezinha Ruiz defende ações de prevenção e combate á violência e ao feminicídio.

Therezinha é autora do Projeto de Lei nº 274/2021 que institui a Semana Escolar de Combate à Violência Contra a Mulher, nas escolas da rede pública do Estado do Amazonas, com o objetivo de proporcionar aos jovens uma reflexão sobre a importância de uma convivência pacífica, respeitando os direitos da mulher.

Foto – Ricardo Machado