Conecte-se Conosco

Polícia

Trio é preso e adolescente apreendido pela Rocam com arma de fogo e drogas

Publicado

em

Grupo foi detido em ações distintas na capital amazonense

Em diferentes ações na capital, policiais militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) detiveram, na tarde de segunda-feira (05/07), quatro indivíduos, entre eles um adolescente de 16 anos, por posse ilegal de um revólver, entorpecentes e aparelhos celulares roubados.

Durante o patrulhamento na zona norte, por volta de 13h30, na rua Francisco Queiroz, conjunto Manoa, bairro Cidade Nova, a equipe policial recebeu acionamento do Centro de Operações, repassando uma denúncia de que um veículo modelo HB20, cinza, de placa QZV 6H87, estava realizando roubos em série e a última ação criminosa havia sido registrada no bairro Mutirão.

Os militares fizeram buscas na região e o veículo foi localizado na rua Francisco Queiroz, onde procederam rapidamente à abordagem, identificando três ocupantes no carro, dois homens de 20 e 27 anos, e um adolescente de 16.

Com o grupo foram encontrados um revólver, quatro munições intactas, nove aparelhos celulares, duas bolsas femininas, duas carteiras porta cédulas e R$ 102,65 em espécie. Eles foram conduzidos ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Em outra ocorrência, por volta de 14h, a equipe do patrulhamento em motocicletas Rocam 3 recebeu uma denúncia anônima sobre a prática do tráfico de drogas em um endereço da rua Santo Antônio, bairro Coroado 2, zona leste.

No local, a equipe viu uma jovem em suspeita atitude. Na abordagem, encontraram em sua bolsa uma pequena porção com aspecto de entorpecente. Ao ser questionada, informou que havia mais na casa dela, onde os militares constataram a existência de mais substâncias ilícitas, apreendendo, ao todo, 17 porções de substâncias ilícitas com características de maconha, oxi e cocaína. Ela foi conduzida ao 14º DIP.

Denúncias – A Polícia Militar orienta à população que informe imediatamente ao tomar conhecimento de qualquer ação criminosa, através do disque-denúncia 181 ou pelo 190.

FOTO: Divulgação/PMAM