Conecte-se Conosco

Esportes

Neymar chora na derrota do Brasil para a Argentina, que vence a Copa América

Publicado

em

E acabou o jejum. Depois de 28 anos, a Argentina pode, enfim, soltar o grito de campeã. Mais do que isso. Messi tira um peso enorme de seus ombros. O artilheiro, camisa 10 e capitão vai erguer uma taça com a seleção principal no mesmo Maracanã que lhe viu chorar sem o título do Mundial de 2014.

Na noite deste sábado (10), a seleção alviceleste impôs a primeira derrota ao Brasil de Tite após 13 jogos de invencibilidade e faturou sua 15ª Copa América, igualando o Uruguai como maior campeão.

Um 1 a 0 histórico, com um gol de Di María, desbancando também uma sequência brasileira de vitórias em jogos oficiais contra a Argentina desde 2005. No Maracanã, a Canarinho não perdia para os hermanos desde 1998. 

Neymar, que foi caçado em campo, não conseguiu segurar o choro e desabou em campo, sendo consolado pelo técnico Tite e por seus companheiros.