Conecte-se Conosco

Esportes

Cerro Porteño pedirá a anulação da partida contra o Fluminense, diz repórter

Publicado

em

Após a Conmebol reconhecer que o VAR (árbitro de vídeo) errou ao anular o gol de Mauro Boselli na derrota do Cerro Porteño (PAR) por 2 a 0 para o Fluminense, na noite da última terça-feira (13), no Estádio Nueva Olla, em Assunção, pela ida das oitavas de final da Libertadores, o clube paraguaio prepara uma resposta.

Em entrevista à Rádio “ABC Cardinal 730 AM”, o diretor do Cerro Porteño, Ariel Martínez, anunciou que o clube paraguaio irá enviar um ofício à entidade sul-americana exigindo uma decisão. Sem falar em anulação da partida, ele cobrou um “ressarcimento”.

– Merece uma decisão extraordinária porque é uma situação extraordinária. A punição (aos árbitros) não é suficiente. Está bem que os punam, que os afastem. Mas e nós? Tem que nos ressarcir de alguma maneira. Vamos apresentar uma nota, a equipe jurídica está trabalhando. Mas a Conmebol não precisa de uma nota para tomar medidas – disse Ariel Martínez.

Por meio de seu perfil no Twitter, o repórter paraguaio Andrés Rolón, da Rádio Universo 970 AM, informou que o Cerro Porteño pedirá a anulação da partida e também a expulsão dos árbitros.

No entanto, o portal “Globo Esporte” apurou junto a uma fonte na Conmebol que não existe possibilidade do jogo ser anulado.

Fonte: MercadodoFutebol