Conecte-se Conosco

Prefeitura

David Almeida assina termo junto ao Ministério da Saúde para reforço no atendimento da atenção básica

Publicado

em

O prefeito de Manaus, David Almeida, assinou, nesta quinta-feira, 15/7, termo de compromisso junto ao Ministério da Saúde (MS), que garante o reforço de 600 Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) e 30 equipes de saúde da família para a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

A assinatura ocorreu durante solenidade realizada na Câmara Municipal de Manaus (CMM), que concedeu a Medalha de Ouro Cidade de Manaus ao secretário da Atenção Primária à Saúde do MS, Raphael Parente, fundamental no combate à segunda onda de casos de Covid-19 que atingiu o município no início de 2021.

Participaram do evento, o vice-prefeito e secretário Municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, e a titular da Semsa, Shádia Fraxe.

O termo também contempla o credenciamento de duas unidades de saúde da família, garantindo o funcionamento em horário estendido até as 21h; uma equipe de avaliação e acompanhamento das medidas terapêutica de transtorno mental e conflito com a lei e; autorização para que 87 equipes de saúde da família possam receber custeio por meio do Programa de Apoio à Informatização e Qualificação dos Dados da Atenção Primária à Saúde (Informatiza APS).

O chefe do Executivo municipal enfatizou a atenção dada pelo MS a Manaus, durante o segundo pico de novos casos registrados da Covid-19, logo nos primeiros dias de sua gestão e agradeceu a continuidade dessa parceria, com mais um termo que irá possibilitar que o município siga evoluindo no atendimento básico prestado à população.

“O doutor Rafael esteve conosco no início de janeiro em razão da pandemia. Ele ajudou muito a cidade de Manaus. Foram mais de 108 médicos enviados para reforçar os atendimentos. Vamos fazer a reforma de 68 UBS (Unidades Básicas de Saúde), construir mais 20 de porte 4, tudo isso em parceria com o Ministério da Saúde, ainda da época do ministro Pazzuelo, e agora com o ministro Queiroga. Ações que foram feitas no passado, estão sendo feitas no presente e também virão para garantir, no futuro, uma melhor condição da saúde básica e primária da nossa cidade”, salientou Almeida.

O prefeito também relembrou o compromisso firmado com a população de Manaus, de qualificar o atendimento básico oferecido na capital, tornando referência para outras cidades da América do Sul.

“Vamos perseguir essa meta, vamos perseguir esse ideal. Certamente Manaus já tem uma saúde básica melhor daquilo que nós recebemos e vamos, a cada dia, poder ampliar a prestação de serviço, a qualidade do serviço e do atendimento para que a população possa ser mais bem assistida. Vocês viram a quantidade de equipes de saúde que a gente vai ganhar, todos os pedidos da Semsa foram atendidos pelo Ministério da Saúde com a Secretaria Nacional da Atenção Primária. Quem ganha com isso é a população da nossa cidade”, afirmou o prefeito.

Reconhecimento nacional

O homenageado do dia, secretário da Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, Raphael Parente, revelou ter se surpreendido com os novos sistemas de atendimento implantados pela Semsa. Desde a última quarta-feira, 14/7, em Manaus, o representante do governo federal visitou algumas UBS e constatou mudanças importantes que comprovaram a seriedade da gestão do prefeito David Almeida.

“Fizemos um plano de trabalho que está sendo integralmente cumprido pela prefeitura e pela Semsa. Estamos capacitando e agindo em conjunto com os técnicos da prefeitura. Causou-me uma impressão positiva, uma reunião que tive com a secretária Shádia e o subsecretário Djalma Coelho. Eles me mostraram os mecanismos de TI em que acompanham paciente por paciente. A gente nota um trabalho muito sério, para tentar melhorar o atendimento. Ontem, vimos que Manaus está em um caminho muito correto de preencher todos os indicadores do Previne Brasil”, citou Parente.

O secretário lembrou os 20 dias que esteve em Manaus durante o mês de janeiro e afirmou que o MS está disposto a sempre apoiar a capital do Amazonas.

“Essa honraria foi pelo trabalho que o Ministério da Saúde fez em janeiro, tanto à época quanto agora. Tivemos muitas entregas naquele momento, talvez a principal tenha sido os 108 médicos que estão sendo pagos integralmente pelo MS até fevereiro de 2022, que permite com que todas as UBS de Manaus estejam abertas e atendendo de forma plena. Inclusive, estive em uma e vi o povo sendo atendido, sem reclamação e é assim que a gente espera que seja. O que a gente puder fazer como Ministério da Saúde, a gente vai fazer por Manaus”, finalizou, Parente.


Texto – Thiago Fernando / Semcom
Foto – Ruan Souza / Semcom